Fonte: OpenWeather

    Paulistão


    Clássico Alvinegro: Corinthians enfrenta Santos no Paulistão

    Grandiosos no Paulistão, Corinthians e Santos prometem balançar as redes com gols no fim de semana

     

    Os times buscam pontos para próxima fase
    Os times buscam pontos para próxima fase | Foto: Reprodução Clubes

    A Vila Belmiro será palco de um verdadeiro clássico Alvinegro neste domingo (25), às 20h. O Corinthians enfrenta o Santos pela oitava rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Os times buscam agradar as torcidas e lutam por pontos na tabela do campeonato. 

    Corinthians com força total

    O Timão iniciou a preparação para o clássico na última sexta-feira (23), com reapresentação no CT Dr. Joaquim Grava. A delegação corinthiana retornou do Paraguai – após empate na estreia da Sul-Americana – durante a madrugada e dormiu no Hotel Gildásio Miranda, dentro do CT. A atividade do dia se iniciou no fim da manhã.

    Os comandantes fizeram treino regenerativo para os atletas que atuaram por mais de 45 minutos na estreia. 

    Os demais foram ao gramado. No Campo 1, a equipe de preparação física comandou o aquecimento e um trabalho de passes e marcação pressão em espaço reduzido. Depois, no Campo 2, o técnico Vagner Mancini separou três times e organizou jogos utilizando metade do campo.

    A novidade para o momento é o retorno do atacante Rodrigo Varanda que se recuperou de um trauma no pé direito. Já o meio-campista Mateus Vital iniciou a transição com a equipe de preparação física exatamente um mês após ter sido submetido a uma artroscopia no joelho direito. 

    Além deles, o meia Ruan Oliveira, em recuperação de uma lesão no ligamento cruzado anterior, também entrou na transição.

    O torcedor demonstra insatisfação por conta do último resultado. Avaliam que este é o momento do Corinthians se posicionar e ir em busca de vitórias dentro de campo. Fábio Diogo, torcedor do Coringão comenta sobre o time.

    “Que triste realidade e a que ponto chegamos. A gente escolhendo e temendo adversários que nem fazem sombra da história do Timão. Enfim, mais um desafio a ser encarado e vamos com as armas de São Jorge para vencer as adversidades dentro e fora de campo. Vamos timão. Vamos ressurgir das cinzas e apagar essa atualidade que vive e superar todas expectativas”

     

    Santos precisa reagir

    O Santos precisa reagir mediante o trajeto do campeonato até aqui. O clube conta com dois empates, duas vitórias e duas derrotas. O clube é o segundo no grupo D, mas as derrotas com goleadas começam a incomodar a torcida exigente do peixe. 

    A última derrota aconteceu contra a Ponte Preta por 3 a 0 na quinta rodada do campeonato. Este é o pior início de Paulistão, desde 2008. Vale destacar que os dois primeiros jogos do Santos no Campeonato Paulista deste ano, contra Santo André e Ferroviária, nem sequer contaram com a presença de Ariel Holan no banco, mas com Marcelo Fernandes mandando a campo times totalmente alternativos. Essas decisões também irritaram a torcida. 

    “Se forem jogar com os reservas vai se outra derrota. Espero que o time acorde logo para depois não ser tarde demais”, comentou Alisson Santos, torcedor do Peixe. 

    A campanha atual só não é inferior à de 2008, quando o Alvinegro somou oito pontos (duas vitórias, dois empates e três derrotas). Naquela edição, que ainda era disputada no formato de pontos corridos, o time terminou a competição na sétima posição. A tendência é que Holan opte por preservar alguns titulares na partida contra o Corinthians.

    A lista de relacionados poderá ser da seguinte forma o Santos: John; Pará, Kaiky, Luan Peres, Felipe Jonatan; Balieiro, Gabriel Pirani, Lucas Lourenço (Kevin Malthus); Ângelo, Lucas Braga e Marcos Leonardo (Kaio Jorge). 

    O atacante Lucas Braga quer ver a equipe comandada por Ariel Holan mostrando poder de reação na temporada.

    “A vantagem de ter uma maratona tão grande de jogos é que a gente já pode dar a volta por cima na partida seguinte. A gente não pode e nem tem tempo para ficar se lamentando. Temos que nos levantar, porque ainda tem muita coisa para acontecer na temporada. O importante é seguir sempre olhando para frente. Precisamos virar a chave, pois amanhã já tem um compromisso importante pelo Paulista e temos que buscar um grande resultado”

     

    Já na próxima terça-feira (27), os santistas visitam o Boca Juniors, às 21h30, em La Bombonera, pela segunda partida da fase de grupos da Libertadores.

    “É uma sequência bem complicada, sim. Vivemos um momento atípico, com tantos jogos em um curto espaço de tempo. Mas temos que seguir trabalhando firme por aqui, preparar principalmente a parte psicológica, pois serão partidas bem importantes para a sequência do ano e precisamos conquistar essas vitórias”, concluiu Lucas Braga.

    Leia mais:

    São Paulo foca no Paulistão e enfrenta o Santo André

    Olimpíadas: Edina Alves será única juíza de campo no Brasil