Fonte: OpenWeather

    Olimpíadas


    Brasil possui 209 vagas confirmadas para Tóquio 2020

    Os atletas brasileiros enfrentarão adversários de diversos países e a pandemia da Covid-19 em solo japonês

     

    Ao todo são 209 vagas em diferentes modalidade
    Ao todo são 209 vagas em diferentes modalidade | Foto: Divulgação/CBTKD

    As preparações das Olimpíadas de Tóquio 2020 segue com incertezas por conta da pandemia da Covid-19, porém, os países continuam com as disputas para vagas na competição.

    O Brasil conseguiu na última sexta-feira (30) a marca de 209 vagas confirmadas para Tóquio 2020. A vaga foi conquistada na canoagem velocidade, na prova K1 masculino 1000 metros, que ocorre no caiaque individual.

    Com a marca, o país soma cinco na canoagem: três na categoria velocidade (duas na canoa e uma no caiaque, ambas masculinas) e duas na categoria slalom (com Ana Sátila nas disputas C1 e K1, e Pepê Gonçaves na K1). 

    De acordo com a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), ainda não está definido que atleta representará o Brasil na prova prova K1 masculino 1000m: o nome será revelado após uma reunião do Comitê de Canoagem de Velocidade. 

    As provas da canoagem slalom na Olimpíada de Tóquio ocorrerão entre os dias 25 a 30 de julho. Já as disputas de canoagem velocidade serão entre 2 a 07 de agosto.

    O atletismo possui 28 vagas garantidas. A canoagem possui dois atletas, a canoagem velocidade possui três vagas, o esgrima também possui dois atletas. O futebol possui 36 vagas com 18 para cada Seleção. 

    Na ginástica artística, a equipe masculina possui quatro vagas e uma individual com Flavia Saraiva. No Handebol, ambas as seleções já estão com vagas garantidas, ao todo 28. 

    No hipismo, ao todo são sete atletas. Ana Marcela garantiu vaga nas maratonas aquáticas. No Pentatlo, Iêda Guimarães participará dos Jogos de Tóquio. 

    Lucas Verthein garantiu vaga no remo e no rugby, a seleção feminina levará 12 atletas. Quatro atletas disputam o surfe, entre eles, está o campeão mundial Gabriel Medina. 

    No Taenkwondo, três atletas disputam medalhas e no tênis, João Menezes precisa estar entre os 300 do ranking mundial até 7 de junho deste ano. 

     

    O Brasil ganha mais vagas para Tóquio
    O Brasil ganha mais vagas para Tóquio | Foto: Jonne Roriz/COB

    No tênis de mesa estão: Bruna Takahashi, Caroline Kumahara, Gustavo Tsuboi, Hugo Calderano, Jéssica Yamada e Vitor Ishiy. No tiro com arco, o Brasil conquistou uma vaga no feminino e outra no masculino. 

    Na Vela são 13 atletas: Fernanda Oliveira, Ana Barbachan, Henrique Haddad, Bruno Benthlem, Kahena Kunze, Martine Grael, Gabriel Borges, Marco Grael, Gabriela Nicolino, Samuel Albrecht, Robert Scheidt, Jorge Zarif e Patrícia Freitas. 

    O vôlei conta com 24 competidores, sendo 12 para o masculino e 12 para o feminino. No vôlei de praia, as duplas Ágatha e Duda; Ana Patrícia e Rebecca; Alison e Álvaro Filho e Bruno Schmidt/Evandro vão em busca de subir ao pódio das competições. 

    No Wrestling serão três atletas com Aline Silva, Laís Nunes e Eduard Soghomonyan. O tiro esportivo será representado por Felipe Wu.

    Leia mais:

    Tóquio 2020 convoca 500 enfermeiros para atuarem nos Jogos

    Olimpíada de Tóquio: atletas farão exames diários de Covid-19