Fonte: OpenWeather

    Libertadores da América


    Com difícil situação, Santos luta por classificação na Libertadores

    Além da vitória, o Alvinegro Praiano precisa contar com um tropeço do Boca Juniors diante do The Strongest, em Buenos Aires


     

    O volante Vinícius Balieiro contou sobre o duelo na competição
    O volante Vinícius Balieiro contou sobre o duelo na competição | Foto: Ivan Storti/ Santos FC

    O Santos é um dos times que disputa a taça da Conmebol Libertadores ao lado de Flamengo, Fluminense, Atlético, Palmeiras e Internacional. 

    O time finalizou a preparação para o duelo decisivo contra o Barcelona-EQU, valendo vaga nas oitavas de final. O Peixe precisa vencer para seguir sonhando com a classificação.

      O time encara a equipe equatoriana nesta quarta (26), às 21h (de Brasília), no estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, pela 6ª e última rodada da fase de grupos.  

    Além da vitória, o Alvinegro Praiano precisa contar com um tropeço do Boca Juniors diante do The Strongest, em Buenos Aires, para conseguir avançar até as oitavas de final do torneio continental. O volante Vinícius Balieiro contou sobre o duelo na competição. 

    "

    Vamos acreditar até o final. Sabemos que a classificação é difícil, mas vamos fazer o nosso jogo e lutar até o fim para sair do Equador com um bom resultado, e se possível, também com a vaga. Não podemos ficar pensando muito lá no jogo do Boca, se não vamos esquecer de fazer o nosso aqui. Primeiro temos que ganhar aqui e só depois ver se o resultado lá na Argentina foi favorável para conseguirmos avançar "

    Vinícius Balieiro, Volante

     

    O duelo diante do Barcelona-EQU marca o início de uma maratona de jogos do Peixe longe da Vila Belmiro. Após o embate com os equatorianos, a delegação santista embarca direto para Salvador, onde fará a estreia no Campeonato Brasileiro neste sábado (29), em Pituaçu, diante do Bahia.

    Na sequência, o Santos FC terá pela frente o Cianorte na próxima terça-feira (1), no Paraná. O técnico Fernando Diniz falou sobre a agenda do time e acredita na classificação. 

    "

    O calendário do futebol brasileiro é difícil desde a época que comecei minha carreira como jogador. Tinha dado uma melhorada nos últimos anos, mas agora voltou a ficar apertado por conta da pandemia. É difícil, mas é isso que tem pra hoje. Soubemos aproveitar bem esse período de treinos em Santos e espero que possamos jogar bem pra trazer bons resultados de volta "

    Fernando Diniz, Técnico

     

    O comandante do Peixe, por sua vez, não poderá contar com Marinho para a partida desta quarta em Guayaquil. O treinador elogiou o atacante e espera contar com ele em breve na temporada.

    “Desde a minha chegada, o Marinho vem se empenhando muito. Tanto no tratamento quanto nos treinamentos. Ele está cada vez melhor e em breve vai estar nos ajudando. Tem tratado e treinado continuamente, mas nós achamos melhor ainda resguardá-lo um pouco, pois existe um risco de lesão. E por conta disso preferimos preservá-lo”, concluiu Diniz.

    *Com informações do Santos

    Leia mais:

    Fernando Diniz assume Santos com pressão de torcida

    Lucas Braga renova contrato com Santos até 2026