Fonte: OpenWeather

    Brasileirão


    Flamengo entra com pedido no STJD para paralisar Brasileirão

    O clube terá cinco desfalques, convocados pelas seleções

     

    A informação foi revelada por Rodrigo Dunshee, vice-geral do Flamengo
    A informação foi revelada por Rodrigo Dunshee, vice-geral do Flamengo | Foto: Divulgação Flamengo

    A grande preocupação na realização de eventos esportivos no Brasil está relacionado aos casos de coornavírus contabilizados diariamente. Por conta disso, a realização da Copa América rendeu críticas ao governo e apoio para quem ama o esporte e vê o evento como possível. 

      O Flamengo entrou com um pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para paralisar o Campeonato Brasileiro durante a disputa da Copa América.  

    O clube terá cinco desfalques, convocados pelas seleções, e entende que a competição nacional deve parar enquanto acontece o torneio da Conmebol, como ocorreu em 2019.

    A informação foi revelada por Rodrigo Dunshee, vice-geral do Flamengo e o tribunal confirmou que a ação foi protocolada.

    "

    A CBF precisa promover o equilíbrio das competições. A base da competição é a isonomia entre os concorrentes e isso está no artigo primeiro do regulamento. Somos a favor da seleção, mas com paralisação do campeonato. O mundo civilizado funciona assim. Não podemos prosseguir sacrificando as competições nacionais e os clubes para fazer frente às seleções. Não dá para retroceder. Por conta desse equilíbrio, o Flamengo se socorreu ao STJD, para que, como em 2019, seja paralisado o Campeonato durante a Copa América "

    Rodrigo Dunshee, vice-geral do Flamengo

     

    Além de Gabigol e Everton Ribeiro, com a Seleção Brasileira, o Flamengo terá os desfalques de Arrascaeta (Uruguai), Isla (Chile) e Piris da Motta (Paraguai).

    Confira trechos do pedido do Flamengo:

    "A despeito do que acontece hoje no FLAMENGO, que está desfalcado por ter pelo menos 6(seis) atletas convocados, essa situação precisa ser conversada e apreciada, até mesmo para proteger os outros clubes no futuro. Ou seja, não é apenas uma questão envolvendo o FLAMENGO.

    A discussão suplanta a identificação de uma única agremiação desportiva. É preciso discutir o futebol brasileiro, e a função e a missão da Entidade Nacional de Administração. Esse é o momento oportuno para fazê-lo.

    Além da questão das convocações, existe atualmente outro fator extremamente lesivo para o FLAMENGO e também para os clubes cariocas como um todo, isto é, coma realização da Copa América no Brasil, o estádio do Maracanã foi requisitado para receber as partidas deste torneio, o que prejudica bastante os clubes que exercem o seu mando de campo no Estádio jornalista Mário Filho, uma vez que precisarão se deslocar para outras praças , gerando um maior desgaste de seus atletas e dos demais profissionais envolvidos, sem contar os custos com deslocamento, alimentação e estadia, em tempos tão difíceis para a realidade financeira dos times brasileiros”.

    Leia mais:

    Ceni testa positivo para Covid-19 e não comanda próximos jogos

     Flamengo vende Gerson ao Olympique de Marseille