Fonte: OpenWeather

    Mudanças no esporte


    Cruzeiro anuncia Mozart como técnico após cair na Copa do Brasil

    Mozart, de 41 anos, estava sem clube desde que deixou a Chapecoense

     

     

    Junto do profissional, chegam à Raposa o auxiliar Denis Iwamura e o preparador físico Jackson Maciel Schwengber
    Junto do profissional, chegam à Raposa o auxiliar Denis Iwamura e o preparador físico Jackson Maciel Schwengber | Foto: Reprodução Twitter

    O Cruzeiro foi eliminado da Copa do Brasil nesta semana após perder nos pênaltis por 3 a 2 para a Juazeirense, após ter adquirido o placar por 1 a 0 do tempo normal, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. 

    Menos de 24 horas após demitir Felipe Conceição, o Cruzeiro está de técnico novo. Nesta quinta-feira (10), o clube anunciou Mozart Santos como treinador até o fim da edição 2021 da Série B do Campeonato Brasileiro.

    Junto do profissional, chegam à Raposa o auxiliar Denis Iwamura e o preparador físico Jackson Maciel Schwengber.

      A estreia do treinador já pode ser neste sábado (12), às 21h (horário de Brasília), contra o Goiás, no Mineirão, pela terceira rodada da competição.  

    Mozart, de 41 anos, estava sem clube desde que deixou a Chapecoense, em 27 de maio, um dia após o Verdão do Oeste perder o título catarinense para o Avaí. O técnico comandou a Chape em oito partidas, com três vitórias, três empates e duas derrotas. No ano passado, o treinador dirigiu o CSA e quase recolocou o Azulão do Mutange na primeira divisão nacional, encerrando a Série B em quinto lugar.

    A Raposa é o sétimo clube de Mozart desde que deixou os gramados. O ex-volante iniciou a carreira de técnico em 2013, no Canoinhas-SC. No mesmo ano, trabalhou no Jaraguá-SC. Entre 2014 e 2015, foi auxiliar do Reggina (Itália) - time onde atuou por cinco anos quando jogador - e chegou a treinar a equipe de forma interina. De 2019 a 2020, comandou o sub-20 e o elenco de aspirantes do Coritiba, antes de ser contratado por CSA, Chapecoense e Cruzeiro.

    Leia mais:

    Felipão já foi técnico do Cruzeiro 

    Chances do Cruzeiro ir para Série A é de apenas 0,4%