Fonte: OpenWeather

    Liga das Nações


    Brasil vence Austrália e segue líder no vôlei masculino

    O central Isac e o ponteiro Maurício Borges se destacaram e foram os maiores pontuadores entre os brasileiros

     

    O Brasil aparece em primeiro lugar, com 32 pontos
    O Brasil aparece em primeiro lugar, com 32 pontos | Foto: Divulgação/FIVB

    O Brasil participa da Liga das Nações em Rimini, na Itália em busca de um título inédito. Na última edição do campeonato, em 2019, os brasileiros terminaram em quarto lugar.

    A seleção brasileira masculina de vôlei encerrou a quarta rodada da competição com vitória. Nesta quinta-feira (17), o Brasil superou a Austrália por 3 sets a 0 (25/17, 25/22 e 25/12). Com o resultado, o time verde e amarelo se manteve na liderança isolada da competição.

      O Brasil aparece em primeiro lugar, com 32 pontos (11 vitórias e uma derrota). A Polônia, que jogará ainda nesta quinta-feira contra a Alemanha, está em segundo lugar, com 27 pontos (nove resultados positivos).  

    O central Isac e o ponteiro Maurício Borges se destacaram e foram os maiores pontuadores entre os brasileiros, com 11 pontos cada um. Para Isac, a atuação do time verde e amarelo mostrou a força do grupo do Brasil. 

    "

    O jogo de hoje foi muito importante. Saímos muito felizes com a vitória e conseguimos rodar bastante os jogadores. A contribuição de cada e o espírito de grupo do nosso time foram fundamentais. Temos um grupo bem preparado e, independentemente do resultado, conseguirmos impor nosso ritmo. Vamos seguir buscando crescimento e ritmo de jogo "

    Isac, central

     

    Vitória sobre o Irã

    A seleção brasileira derrotou o Irã por 3 sets a 1 na quarta-feira (16), com parciais de 25/19, 25/23, 19/25 e 25/21. Foi o décimo triunfo da equipe verde e amarela em 11 partidas.

    O ponta Lucarelli anotou 20 pontos e foi o principal nome do Brasil na partida. Destaque, também, ao oposto Alan, com 16 pontos, sendo o maior pontuador brasileiro em um único set: oito pontos, dos 19 feitos na terceira parcial.

    A seleção encerra a participação na primeira fase nos próximos dias 21, 22 e 23, contra Itália, Alemanha e Rússia, respectivamente. O time brasileiro é dirigido na Itália pelo auxiliar Carlos Schwanke. O técnico Renan Dal Zotto se recupera de complicações provocadas pelo novo coronavírus (covid-19) e está no Brasil.

    Leia mais:

    Minas Tênis Clube conquista Superliga Feminina de vôlei 2020/2021

    Após Tóquio, Bernardinho será técnico da seleção francesa de vôlei