Fonte: OpenWeather

    Olimpíadas


    Brasil amplia marca de classificados para Olimpíadas de Tóquio

    A atual delegação brasileira já ultrapassou os 277 atletas de Pequim 2008

     

    Na Rio 2016, o Time Brasil teve com 465 atletas, mas contou com cotas para o país-sede
    Na Rio 2016, o Time Brasil teve com 465 atletas, mas contou com cotas para o país-sede | Foto: Divulgação

    O Brasil conta com 280 representantes para esta edição dos Jogos Olímpicos em Tóquio. Na segunda (28), o país ultrapassou a marca de maior número de atletas classificados e um dia depois, ampliou o recorde. 

    Nubia Soares, do salto triplo, se garantiu na delegação. A atleta, de 25 anos, disputará na capital japonesa a segunda Olimpíada. Na Rio 2016, ela terminou a prova ainda na fase de classificação. O carimbo no passaporte veio no último dia estabelecido pela World Athletics, com a marca de 14,68 metros, no Trofeo Diputación Castellón, na Espanha.

      Nubia é uma das apostas do Brasil para a modalidade. Dona do recorde brasileiro 14,69 metros, ela treina na Espanha há três anos ao lado da venezuelana Yulimar Rojas, campeã mundial na modalidade.  

    Na última segunda, os tenistas Bruno Soares e Marcelo Melo tiveram as vagas asseguradas pela ITF (Federação Internacional de Tênis). Os duplistas, 13º e 19º do mundo respectivamente, vão disputar a Olimpíada pela terceira vez. Eles se juntam a João Menezes e Thiago Monteiro, que jogarão a chave de simples.

    A atual delegação brasileira já ultrapassou os 277 atletas de Pequim 2008. Na Rio 2016, o Time Brasil teve com 465 atletas, mas contou com cotas para o país-sede. A quebra dessa marca de maior número de atletas classificados para uma Olimpíada fora do país era uma das expectativas do COB (Comitê Olímpico do Brasil).

    No Atletismo são 32 vagas, Badminton (2), Boxe (7), Canoagem slalom (2), Canoagem velocidade (3), Ciclismo BMX (2), Ciclismo MTB (3), Esgrima (2), Futebol (36), Ginástica Rítmica (5), Ginástica Artística (7), Handebol (28), Hipismo (7), Judô (13), Levantamento de pesos (2), Maratonas Aquáticas (1), Natação (26), Pentatlo Moderno (1), Remo (1), Rugby Sevens (12), Saltos ornamentais (4), Skate (12), Surfe (4), Taekwondo (3), Tênis (4), Tênis de Mesa (6), Tiro com Arco (2), Tiro Esportivo (1), Triatlo (3), Vela (13), Vôlei (24), Vôlei de praia (8) e Wrestling (3).

    Acompanhamento em Tóquio

    A delegação brasileira será acompanhada por duas infectologistas. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) montou uma comissão médica com a participação inédita. 

     

    Agora, a previsão é que 16 profissionais embarquem para o Japão
    Agora, a previsão é que 16 profissionais embarquem para o Japão | Foto: Divulgação

    “Estes Jogos serão diferentes e especiais por causa da pandemia. E a nossa prioridade continua sendo a integridade física de todos. Para que nossos atletas tenham uma boa performance, eles devem estar protegidos de qualquer risco. Por isso a comissão médica será fundamental para a tomada de muitas decisões, tendo em vista também os protocolos exigidos pelo Comitê Organizador”, disse MarcoLa Porta, chefe da Missão brasileira em Tóquio

      Formado pelos especialistas em medicina esportiva, Ana Carolina Côrte e Felipe Hardt, e as infectologistas Beatriz Perondi e Ho Ye Lin, o grupo se reúne semanalmente para discutir diversos assuntos, que vão desde a testagem da delegação até a divisão de quartos dos atletas na Vila Olímpica. Além disso, são organizados regularmente encontros virtuais com as áreas médicas das confederações.  

    Sem a pandemia, a área médica do COB teria oito integrantes em Tóquio. Agora, a previsão é que 16 profissionais embarquem para o Japão. O perfil destes profissionais será diversificado.

    “Procuramos designar médicos do esporte com formação clínica, que também saibam sobre a Covid, e não apenas sobre lesões. Teremos médicos em todas as bases", explica a coordenadora médica do COB, que destaca ainda o envio de 14 mil testes de antígeno às bases do Time Brasil no Japão, graças à parceria com a Fiocruz, para testagem rápida da delegação. Diversos itens de prevenção também forma incluídos no material enviado ao Japão: 85 mil máscaras descartáveis, 12.500 sapatilhas TNT, 400 borrifadores de álcool e 250 aventais, entre outros produtos.

    *Informações COB

    Leia mais:

    Carioca seguem na disputa de mundial de Tiro com arco

    Medalha de ouro valerá R$ 250 mil para brasileiros