Fonte: OpenWeather

    Final da Copa América


    Brasil x Argentina: a final da Copa América com muita rivalidade

    Os argentinos buscam vencer na casa do maior rival e quebrar um jejum de quase 30 anos. Já o Brasil quer levantar a taça para manter hegemonia no esporte

     

    Neymar e Messi se enfrentam em campo
    Neymar e Messi se enfrentam em campo | Foto: Reprodução

    Muito mais do que uma partida é o que está projetado para este sábado (10), às 21h, no Maracanã (RJ), palco de grandes decisões, no jogo entre Brasil e Argentina. O jogo vale o troféu da Copa América 2021.

    O Brasil treina com foco total para a partida. Na última quarta-feira (7), sob o comando do técnico Tite, os jogadores foram ao campo da Granja Comary, em Teresópolis, para fazer trabalhos táticos e técnicos.

     

    O Brasil treina com foco na final
    O Brasil treina com foco na final | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

    Os atletas que começaram jogando a partida contra o Peru fizeram um trabalho físico com bola no campo, como parte da recuperação. Os jogadores que começaram a partida no banco fizeram dois treinos diferentes em campo reduzido, aprimorando conceitos táticos e técnicos.

    O único atleta que não participou de nenhum dessas duas atividades foi o lateral Alex Sandro, que segue em trabalho individualizado de fisioterapia. Lateral do Palmeiras, Lucas Esteves segue completando os treinos da Seleção. A equipe voltou para o treino na quinta (8).

    Marquinhos falou sobre a maior rivalidade entre os times. Em entrevista coletiva, o zagueiro da Seleção Brasileira tentou explicar um pouco da história do maior clássico do futebol mundial.

     

    Marquinhos enalteceu o talento de Messi
    Marquinhos enalteceu o talento de Messi | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

    "Brasil e Argentina vai muito além de um simples jogo de futebol. Pela história que tem, por todos os jogadores que passaram, como Pelé, Zico, Rivaldo, Ronaldo, Ronaldinho, do outro lado, Maradona, Messi, têm camisas que pesam e representam o futebol. Não só o Sul-Americano, mas mundial. Essas camisas fizeram o mundo parar para assistir jogos. É isso que representa a história de um Brasil x Argentina. Vai ser um jogo de mínimos detalhes. Temos que estar prontos. Não é só a defesa que defende, é todo um trabalho coletivo, começando lá na frente, que nos ajuda bastante lá atrás", ressaltou, antes de falar sobre a preparação para o duelo contra Messi, um dos melhores jogadores do mundo.

    "

    É uma fera, um grande jogador, que realmente pode desequilibrar um jogo. A gente tem que ter um cuidado muito grande, não só com ele, mas com todos os jogadores "

    Marquinhos, zagueiro

     

    Quase 30 anos sem levantar a taça

    Argentina não conquista uma competição desde 1993, um troféu buscado por quase 30 anos.

      O último título da Argentina foi justamente o da Copa América. Em 1993, os argentinos derrotaram o México na decisão da competição, realizada no Equador e conquistaram o bicampeonato. Gabriel Batistuta era o principal nome dos hermanos à época.  

    De lá para cá, os argentinos não conquistam um título sequer e se estende à Copa América, Copa do Mundo e Copa das Confederações. Não foi por falta de tentativas. No período entre 1993 e 2001, a Argentina chegou em oito finais, entre Copa América, Copa das Confederações e uma Copa do Mundo.

    Messi x Neymar

    Lionel Messi é o craque e a grande esperança dos argentinos para quebrar a maldição da falta de títulos e interromper o que seria o oitavo vice-campeonato dos hermanos.

      O jogador funciona como um termômetro do time em campo. O argentino quer conquistar o título para e alcançar mais esta marca pessoal na carreira. Messi é o artilheiro da Copa América, com quatro gols. O craque também é o líder de assistências, com cinco passes para gol.  

    Neymar não brilhou na Copa América, outros nomes são destaque quando o assunto é gols. Ele é responsável por assistências para Lucas Paquetá- fez gols em jogos importantes do Brasil-, mas segue como coadjuvante nas competições.

    Leia mais:

    Brasil está na final da Copa América

    Argentina se classifica e encara Brasil na final da Copa América