Fonte: OpenWeather

    Esporte


    Ginástica chega ao fim com bronze de Biles ofuscando ouro de Hashimoto

    Nem mesmo estrela do Japão conseguiu roubar os holofotes da americana

    Os ginastas masculinos do Japão estão acostumados a monopolizar toda a atenção em casa | Foto: Divulgação

    O ginasta japonês Daiki Hashimoto, campeão olímpico do individual geral em Tóquio, encerrou com chave de ouro o programa da modalidade na Olimpíada de 2020 com uma vitória na barra fixa, mas nem mesmo a estrela do país-sede conseguiu roubar os holofotes da norte-americana Simone Biles.

    Os ginastas masculinos do Japão estão acostumados a monopolizar toda a atenção em casa, mas nesta terça-feira (3) o Centro de Ginástica de Ariake só tinha olhos para Biles e sua última participação em Tóquio após desistir repentinamente da competição de equipes na semana passada.

    Isto ficou claro horas antes de a competição sequer começar, com a imprensa mundial acompanhando cada movimento da atleta de 24 anos enquanto ela se aquecia para a trave de equilíbrio.

    Diante de Biles, considerada por muitos como a maior ginasta de todos os tempos e também elogiada em todo o mundo por conscientizar as pessoas sobre a saúde mental durante os Jogos, o apelo doméstico de Hashimoto não bastou.

    *Com informações da Agência Brasil