Fonte: OpenWeather

    E-sports


    Menino de 10 anos é fenômeno dos games e cria organização de E-sports

    Zenon soma mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais

     

    O jovem mobilizou milhares de pessoas dentro e fora do ecossistema do jogo
    O jovem mobilizou milhares de pessoas dentro e fora do ecossistema do jogo | Foto: Reprodução

    Um dos jogos mais acessados do mundo, o Fortnite vem crescendo em ritmo acelerado no cenário competitivo.

    Um dos responsáveis por esse crescimento é o menino Zenon, fenômeno de apenas 10 anos que criou uma organização de e-sports para fomentar o game e criar uma rede de apoio a influenciadores e jogadores, a Sneakers. 

    Por conta da pouca idade, Zenon, que soma mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais — Twitch (570 mil inscritos), Youtube (470 mil inscritos), Twitter (145 mil seguidores), Instagram (140 mil seguidores) e Facebook (51 mil) —, não poderia competir profissionalmente no Fortnite, segundo as diretrizes da empresa responsável pelo Fortnite, a Epic Games.

    Pensando nisso, o jovem mobilizou milhares de pessoas dentro e fora do ecossistema do jogo, criando campanhas para que tivesse, ao menos, acesso ao modo competitivo do Batte Royale, e ele conseguiu.

    "

    Eu fico muito feliz que minha diversão, hoje possa ajudar outras pessoas. Eu só posso agradecer a todas as pessoas que participam das minhas lives e esse projeto é para elas "

    Zenon, jogador

     

    Apesar de ser uma criação do garoto, a organização da equipe criada é gerenciada por seu pai, Rodrigo Satoru, que vem apoiando o garoto desde o início de sua carreira como streamer. Para ele, a criação da Snakers tem com missão fomentar grandes talentos no Fortnite brasileiro

    “O Fortnite é uma comunidade que só cresce independentemente do cenário competitivo. A criação de conteúdo e as gameplays durante as lives são um acontecimento e reúne muita gente. Decidimos criar essa organização para que possamos unir quem já cria conteúdo sobre o game e potencializar isso com novas ideias e com união de muita gente talentosa”, explica Rodrigo Satoru, pai de Zenon e que administra a carreira do jovem.

    R7*

    Leia mais:

    E-sports: cenário ganha cada vez mais adeptos em Manaus 

    Equipe de Gamers leva bandeira do Amazonas para o cenário nacional