Fonte: OpenWeather

    Bocha Olímpica


    Maciel Santos e José Carlos Chagas garantem bronze na bocha

    A bocha paralímpica consiste em lançar bolas coloridas o mais perto possível de uma bola branca

     

    Medalha veio após vitória de virada sobre português André Ramos
    Medalha veio após vitória de virada sobre português André Ramos | Foto: CPB

    Os brasileiros Maciel Santos e José Carlos Chagas conquistaram a medalha de bronze na Paralimpíada de Tóquio (Japão) na classe BC2 da bocha (quando o atleta não conta com auxílio de ajudantes) e classe BC1 (quando os atletas podem contar com auxílio de ajudantes), na noite desta terça-feira (31) no Centro de Ginástica de Ariake.

    O cearense Maciel já tem outra medalha paralímpica no currículo, um ouro alcançado em 2012 (Londres).

    A conquista de José veio com uma vitória de 8 a 2 sobre o português André Ramos. O brasileiro começou perdendo por 2 a 0, mas, quando começou a marcar, virou a partida.

    Nos Jogos Paralímpicos de 2012 (Londres) Chagas ficou em quarto lugar. Além disso, garantiu um ouro no Parapan de 2015 (Toronto) e fez parte do time brasileiro que disputou os Jogos de 2016 (Rio de Janeiro).

     

    Brasileiro garante medalha após superar tailandês Worawut Saengampa
    Brasileiro garante medalha após superar tailandês Worawut Saengampa | Foto: CPB

    Praticada por atletas com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas, a bocha paralímpica consiste em lançar bolas coloridas o mais perto possível de uma bola branca.

    Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a um espaço demarcado para fazer os arremessos. É permitido usar as mãos, os pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento do movimento dos membros.

    Leia mais:

    DPE-AM libera atleta para seguir sonho olímpico na Bahia 

    Maciel Santos vai para semifinal da bocha olímpica