Fonte: OpenWeather

    Paralimpíadas


    Brasil avança para semifinais no tênis de mesa e vôlei sentado

    Brasileiros aguardam adversários das semifinais para buscarem um ouro inédito na modalidade

     

    A dupla do tênis derrotou a equipe da Turquia por 2 vitórias a 1
    A dupla do tênis derrotou a equipe da Turquia por 2 vitórias a 1 | Foto: Fabio Chey-CPB

    Bruna Alexandre e Danielle Rauen se classificaram para as semifinais do torneio de duplas de tênis de mesa da classe 9/10 e também a seleção brasileira feminina de vôlei sentado segue para a próxima fase da Paralimpíada de Tóquio (Japão).

    A dupla do tênis derrotou a equipe da Turquia por 2 vitórias a 1, na noite desta terça-feira (31) no Ginásio Metropolitano de Tóquio.

    Atuando juntas, as brasileiras foram derrotadas pelas turcas Cansu Demir e Neslihan Kavas por 3 sets a 1 no confronto inicial. Na segunda partida Bruna Alexandre superou Demir por 3 sets a 0. A classificação foi garantida graças ao triunfo de 3 sets a 0 de Danielle sobre Kavas.

    Nas semifinais, a equipe do Brasil enfrenta o time da Polônia, a partir das 7h30 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (1).

    Vôlei 

    Já o time de vôlei sentado derrotou a Itália por 3 sets a 1, no Centro de Convenções Makuhari Messe.

    Com o triunfo, o Brasil segue invicto na competição, passando pela fase de grupos com vitórias sobre Canadá, Japão e as italianas.

     

    O jogo começou equilibrado. O primeiro ponto foi brasileiro veio após um rally muito disputado
    O jogo começou equilibrado. O primeiro ponto foi brasileiro veio após um rally muito disputado | Foto: Thomas Peter

    O jogo começou equilibrado. O primeiro ponto foi brasileiro veio após um rally muito disputado. O primeiro minuto de partida deu a tônica do equilíbrio que seria visto no set. A Itália conseguiu assumir a ponta explorando espaços no fundo da quadra e aproveitando erros das brasileiras.

    O Brasil ainda passou à frente na reta final do set, mas cometeu erros bobos, como toque na rede e o lifting (quando a atleta se levanta), e deixou a Itália virar e vencer o primeiro set por 25 a 23.

    As brasileiras começaram o segundo set muito fortes, defendendo bem e com ataques precisos. Foi aí que Edwarda começou a se destacar. Ela, que seria a maior pontuadora do jogo, com 14 pontos na partida, se tornou uma das principais válvulas de escape do ataque brasileiro. A Itália tentou uma reação no set, mas um ace de Pâmela freou a reação e o Brasil fechou por 25 a 17.

    Nos dois sets seguintes o Brasil manteve a superioridade. O terceiro período foi vencido foi 25 a 16 sem grandes sustos. Já na primeira metade do quarto set as italianas mantiveram o equilíbrio, mas o Brasil desgarrou perto da reta final. Quando estava prestes a fechar o jogo, o time brasileiro demonstrou certa ansiedade e permitiu que as italianas marcassem pontos em sequência. Porém, a diferença era grande e a vitória no set veio por 25 a 21.

    Agora, as brasileiras aguardam as adversárias das semifinais para buscarem um ouro inédito na modalidade.

    Leia mais:

    Brasil goleia França no futebol de 5

    Jogo entre Brasil e Uruguai é confirmado na Arena da Amazônia