Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Flamengo garante vaga na final da Libertadores após vencer o Barcelona

    Flamengo e Palmeiras vão disputar a final da Libertadores no dia 27 de novembro

     

    A classificação flamenguista foi consolidada no primeiro tempo, com gol de Bruno Henrique
    A classificação flamenguista foi consolidada no primeiro tempo, com gol de Bruno Henrique | Foto: Franklin Jacome/AFP

    O Flamengo está na final da Libertadores. Os rubro-negros venceram por 2 a 0 o Barcelona-EQU e confirmaram a vaga na decisão. A classificação flamenguista foi consolidada no primeiro tempo, com gol de Bruno Henrique. No início da etapa final, novamente Bruno Henrique decretou o triunfo dos visitantes.

    Agora, Flamengo e Palmeiras vão disputar a final da Libertadores no dia 27 de novembro, em Montevidéu.

    O jogo

    O Barcelona tentou pressionar no começo em busca do gol, mas pouco incomodou a zaga rubro-negra. A má notícia veio antes dos dez minutos, quando David Luiz sentiu uma lesão e foi substituído por Gustavo Henrique. Só que o Flamengo não sentiu a mudança e abriu o placar na primeira investida, aos 17 minutos. Éverton Ribeiro lançou Bruno Henrique, que passou pelo goleiro e empurrou para a rede.

    O revés foi sentido pelos donos da casa. Isso porque o Flamengo quase ampliou em seguida, em chute de Andreas Pereira que foi na trave. O Barcelona só assustou aos 23 minutos, em falta que Diego Alves deu rebote. Só que Martínez isolou para a sorte dos rubro-negros. Depois, novamente Martínez parou em grande defesa do goleiro carioca.

    Os sustos fizeram o Flamengo recuar e passar a buscar os contra-ataques. No entanto, os rubro-negros não conseguiram mais avançar, mas também impediram o Barcelona e criar boas chance para empatar. Assim, os cariocas mantiveram a vantagem até o intervalo.

    No segundo tempo, o Barcelona veio com tudo em busca do primeiro gol para seguir com chance de classificação. No entanto, o Flamengo mandou um balde de água fria nos equatorianos logo aos quatro minutos. Em avanço rápido, novamente Éverton Ribeiro serviu Bruno Henrique, que desta vez só mandou para a rede.

    O novo revés desanimou o Barcelona. Os equatorianos até mantinham a posse de bola, mas diminuíram o ritmo.

    A partir dai, o Flamengo começou a administrar o resultado. Tanto que o técnico Renato Gaúcho tirou alguns jogadores para poupá-los do desgaste físico. Os rubro-negros apenas esperaram o apito final para comemorar a vaga na final da Libertadores.