Fonte: OpenWeather

    Futebol


    Wilson Lima e David Almeida se encontram com presidente da CBF

    Além do presidente, a CBF foi representada pelos vice-presidentes Gustavo Feijó e Marcus Vicente, que é chefe de delegação da Seleção Brasileira nesta Data FIFA

     

    O presidente da CBF agradeceu pela recepção e todo o esforço feito pelas autoridades locais para receber a Seleção Brasileira na Arena da Amazônia
    O presidente da CBF agradeceu pela recepção e todo o esforço feito pelas autoridades locais para receber a Seleção Brasileira na Arena da Amazônia | Foto: Divulgação/CBF

    MANAUS (AM) -  Cinco anos depois, a Seleção Brasileira voltará a jogar em Manaus. Para celebrar este momento de reencontro, o presidente interino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, participou de um jantar, na última segunda-feira (12), com o governador do Amazonas, Wilson Lima, e com o prefeito de Manaus, David Almeida. 

    O presidente da CBF agradeceu pela recepção e todo o esforço feito pelas autoridades locais para receber a Seleção Brasileira na Arena da Amazônia mais uma vez. 

    "

    A CBF agradece por todos os investimentos que foram feitos na Arena, para que pudesse comportar esse jogo da Seleção Brasileira. E também ficar mais uma praça alternativa ao futebol brasileiro, ao futebol local. A CBF presente para que pudéssemos agradecer de forma presencial todo o apoio que o governo do Estado e o prefeito de Manaus fizeram para poder abrigar esse jogo "

    Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF

     

    Além do presidente, a CBF foi representada pelos vice-presidentes Gustavo Feijó e Marcus Vicente, que é chefe de delegação da Seleção Brasileira nesta Data FIFA. Diretor de Competições da entidade, Manoel Flores também esteve presente. O futebol do estado foi representado por Arnoldo Nazareth e Luciana Oliveira, diretores da Federação Amazonense de Futebol.

      A última vez em que a Seleção Brasileira havia jogado na Arena da Amazônia foi em 2016, quando Brasil e Colômbia se enfrentaram em Manaus. A capital amazonense trouxe bons ares para a Seleção, que fazia seu primeiro jogo com Tite diante da torcida brasileira. Com gols de Miranda e Neymar Jr., o Brasil superou os colombianos por 2 a 1.  

    Desta vez, a partida é contra o Uruguai, mas também reserva um momento especial para a Amarelinha. Quando entrar em campo nesta quinta-feira, a Seleção reencontrará o torcedor brasileiro depois de muito tempo.

    Desde o início da pandemia da Covid-19, esta será a primeira vez que o Brasil jogará com a presença de público em casa, com um protocolo rígido de segurança sanitária para todos os presentes.

     

    Wilson Lima e David Almeida receberam camisas personalizadas
    Wilson Lima e David Almeida receberam camisas personalizadas | Foto: Divulgação/CBF

    É uma ocasião tão especial que a Arena da Amazônia passou por mudanças para receber ainda melhor a Seleção Brasileira. Além do já conhecido carinho do povo amazonense pela Amarelinha, o estádio teve o gramado reformado e terá um show de iluminação para celebrar o retorno da Seleção.

    "Para o estado do Amazonas, é simbólico. Principalmente depois de tudo que a gente passou relacionado à questão da Covid-19", disse Wilson Lima, antes de falar sobre os preparativos para a partida:

    Em Manaus, desde a madruga de segunda-feira, a Seleção Brasileira segue sua preparação para o jogo contra o Uruguai. A bola rola às 21h30 (horário de Brasília, 20h30 no horário local) para a partida na Arena da Amazônia.

    *Com reprodução da CBF

    Leia mais:

    Inscrições para ingressos gratuitos do jogo do Brasil encerram hoje

    Iluminação da Arena da Amazônia é testada para jogo do Brasil

    "2022 será a minha última Copa. Não aguento mais futebol", diz Neymar