Fonte: OpenWeather

    pesca esportiva


    Regulamentação da pesca esportiva é discutida em Presidente Figueiredo

    A regulamentação da atividade busca garantir maior investimento do setor público e privado para o setor

     

    Litaiff ressaltou, ainda, que o próximo passo é dialogar com outras comunidades e municípios
    Litaiff ressaltou, ainda, que o próximo passo é dialogar com outras comunidades e municípios | Foto: Divulgação/Amazonastur

    Presidente Figueiredo (AM)- A regulamentação da pesca esportiva e amadora no Amazonas foi tema de audiência pública, promovida pela Câmara Municipal de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus).

    O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, participou do evento e pontuou que a regulamentação da atividade busca garantir maior investimento do setor público e privado para o setor, além de potencializar o investimento econômico e social do município.

    "A audiência tem realmente esse objetivo de esclarecer, ponto a ponto, todo e qualquer tipo de dúvida que haja em relação às três espécies de tucunaré que nós propomos a conservação; a tudo aquilo que realmente vá gerar de emprego e renda, vá fomentar o turismo no município de Presidente Figueiredo e, claro, em todos os municípios que têm a vocação para o turismo de pesca esportiva", disse Sérgio.

    O Presidente da Comissão de Turismo, Fomento e Negócios da Aleam, deputado Tony Medeiros, autor do Projeto de Lei 422/2021, que visa a regulamentação da pesca esportiva e amadora no Amazonas, destacou que o projeto vai contribuir para a mudança de vida das comunidades.

    "É mais uma alternativa econômica, que vai poder melhorar a qualidade de vida e dar oportunidades de desenvolvimento à sociedade", disse Tony Medeiros.

    Litaiff ressaltou, ainda, que o próximo passo é dialogar com outras comunidades e municípios, os quais também têm a vocação natural do turismo de pesca esportiva para, posteriormente, colocar o PL em votação.

    O presidente da Federação Amazonense de Pesca Esportiva (Feampe), Carlos Serfaty, saiu do evento entusiasmado.

    "Fico feliz, porque a classe artesanal também está a favor da regulamentação do turismo da pesca. Em Balbina, o presidente do sindicato, a favor da regulamentação do turismo para a cidade de Presidente Figueiredo e para o lago de Balbina. Isso é sinal de que o trabalho está sendo feito da forma certa", disse Carlos.

    Técnicos da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) participaram da audiência, que contou com a presença de pescadores, prestadores de serviços turísticos, Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), instituições públicas e privadas, além da Feampe.

    A audiência foi uma propositura do vice-presidente da Câmara de Presidente Figueiredo, vereador Ronaldo Macarrão.

    Leia mais:

    Parcerias entre Governo do AM e Federal garante direitos de pescadores

    Cresce movimentação de turistas em Barcelos 

    Cresce a prática esportiva de Stand Up Paddle em Rio Preto da Eva