Fonte: OpenWeather

    Despedida dos campos


    Em Manaus, jogadora Formiga fala sobre despedida da seleção e planos

    A volante falou ainda sobre o legado deixado ao futebol brasileiro. Ela é a única atleta a participar de sete Copas do Mundo

     

    As jogadoras celebram com a jogadora durante treinamento
    As jogadoras celebram com a jogadora durante treinamento | Foto: Cesar Gomes

    Manaus (AM) - A volante Miraildes Maciel Mota, de 43 anos, mais conhecida como "Formiga", está se aposentando da Seleção Brasileira de Futebol Feminino e a despedida será em Manaus na partida contra a Índia, no Torneio Internacional de Futebol Feminino, na Arena da Amazônia, na quinta-feira (25).

    Nesta quarta-feira (24), após treino realizado pela equipe no Centro de Treinamento da Associação Esportiva 3B da Amazônia, a jogadora falou sobre a expectativa para jogar em Manaus, despedida e planos para o futuro. 

    "Espero que o estádio esteja cheio para prestigiar não só a minha despedida da seleção nesse jogo contra a Índia, como também as minhas companheiras. Elas merecem total apoio e acredito que elas irão corresponder dentro de campo e trazer alegria para Manaus. Nos sentimos muito bem nessa cidade e somos abraçadas pelo povo. O futebol brasileiro precisa de apoio e nós estamos mostrando que temos sim condições de lotar um estádio", declarou. 

    A volante falou ainda sobre o legado deixado ao futebol brasileiro. Ela é a única atleta a participar de sete Copas do Mundo. 

    "Estamos aqui para inspirar pessoas. Nossa história agrega muito na vida das pessoas. Os pais precisam apoiar seus filhos no que eles queiram fazer na vida, pois nosso alicerce é a família. Tive muita dificuldade no começo, mas sempre tive uma mãe maravilhosa que sempre me apoiou. Que as crianças tenham um bom lugar para estudar e treinar. Isso trará um futuro lindo para todas nossas crianças. Sou feliz de ver a evolução do futebol feminino no Brasil", relatou Formiga. 

    Planos para o futuro

    A jogadora Formiga destacou que o intuito dela é continuar no Futebol Feminino e que deve fazer cursos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

    "Estou refletindo em não só poder estar ali na demarcação do treinador, mas que eu possa ajudar fora como diretora de um clube ou até mesmo dentro da CBF. Vou deixar para Deus, mais uma vez, decidir minha vida. Ele sempre me colocou em um bom lugar. Hoje eu me despeço com alegria e fico com o coração cheio, pois minha luta e das pioneira não foram em vão. Que Manaus abrace o futebol feminino", concluiu Formiga.

    Leia mais:

    Seleção Brasileira Feminina treina antes de torneio em Manaus

    Seleção feminina de futebol chega a Manaus para jogos na Arena

    Lista dos sorteados para assistir jogo da Seleção Feminina na Arena