Fonte: OpenWeather

    Lutador do AM


    Lutador indígena disputa campeonato de MMA na quinta-feira (9)

    Treinando oito horas por dia durante mais de cinco meses, Ronaldo Predador irá disputar na categoria 70 quilos contra Claudio Junior, conhecido como “Pé Grande”

     

    A disputa vai acontecer às 20h, na quadra da Escola de Samba Vitória Régia
    A disputa vai acontecer às 20h, na quadra da Escola de Samba Vitória Régia | Foto: Amaury Moraes/FEI

    Manaus (AM)- O lutador da etnia Tikuna, Ronaldo Predador, irá disputar o Star Combat de MMA Amazon Talent, na quinta-feira (9).

    A disputa vai acontecer às 20h, na quadra da Escola de Samba Vitória Régia, na rua Jonathas Pedrosa, 1216, bairro Praça 14 de Janeiro, zona Centro-Sul de Manaus.

    O atleta recebe apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação estadual do Índio (FEI). 

    Para o diretor-presidente da FEI, Zenilton Mura, é importante incentivar e cultivar o ensino e a prática de esportes aos indígenas, garantindo maior visibilidade das etnias e espalhando a cultura presente no Amazonas.

    "

    Estamos dispostos a incentivar jovens indígenas a contribuírem com a elevação das nossas raízes. Por meio do esporte, os parentes podem plantar sementes de conhecimento cultural que fortificam os laços entre etnias e pessoas, sobre como somos e nossos costumes "

    Zenilton Mura, diretor-presidente da FEI

     

    Treinando oito horas por dia durante mais de cinco meses, Ronaldo Predador irá disputar na categoria 70 quilos contra Claudio Junior, conhecido como “Pé Grande”.

    De acordo com o treinador do atleta amazonense, Sinho Oliveira, Ronaldo é uma promessa no esporte, pela determinação e força de vontade.

    “A luta do Ronaldo vai ser uma das lutas mais aguardadas, por ele ser indígena. Geralmente quando a gente o leva para uma apresentação, ele sai muito aplaudido. O Ronaldo está muito bem preparado, como atleta ele é muito disciplinado, está determinado. Estamos com uma expectativa grande para essa luta. Estamos treinando, pela manhã, à tarde ou à noite, o horário que podemos treinar, estaremos fazendo isso, para merecermos essa vitória”, comentou.

    Segundo Ronaldo Predador, as dificuldades não o fizeram parar de lutar pelos seus sonhos.

    "

    Fico muito feliz de estar neste evento de qualidade que tem respeito. A minha expectativa para este evento é grande, quero fazer uma boa luta. Estou aí para mostrar o quanto sou capaz de ser campeão, porque eu quero entrar nessa luta para mostrar a minha força, uma força que ninguém pode me deter, força que vem de Deus, porque é Ele que me dá a força "

    Ronaldo Predador, atleta

     


    O lutador também expressa gratidão pelo apoio recebido. “Venho agradecer a todos que me deram a força, principalmente ao Samyr, um profissional que me deu a oportunidade”, diz. “E quero agradecer a todos que estão me dando força, me ajudando, dando apoio. Por muito tempo esperei por esta luta e agora está próxima, quero muito aproveitar esse momento e mostrar tudo o que tenho para mostrar”.

    Leia mais:

    Crianças indígenas disputam Grand Slam de jiu-jitsu 

    Irmãs indígenas conquistam ouro em Campeonato de Manacapuru 

    Indígenas de Manaus recebem ação de cidadania e saúde