Fonte: OpenWeather

    Respirar


    Após vencer a Covid, paciente do RespirAR participa de corrida de rua

    Durante a Corrida dos Imunizados, Luiz concluiu a prova de 5km em 39 minutos, um momento de superação

     

    Luiz Gonzaga recebeu alta do tratamento há menos de um mês
    Luiz Gonzaga recebeu alta do tratamento há menos de um mês | Foto: Divulgação/Faar

    Manaus (AM)- Após três meses de tratamento no projeto RespirAR, Luiz Gonzaga, de 60 anos, recebeu alta. Reabilitado, o aposentado passou a ter maior qualidade de vida, e inclusive participou pela primeira vez de uma corrida de rua, a Corrida dos Imunizados, na quarta-feira (8).

    Luiz Gonzaga recebeu alta do tratamento há menos de um mês, na unidade do RespirAR, no Centro Estadual de Convivência do Idoso (Ceci), no bairro Aparecida, zona Sul de Manaus. O aposentado chegou com dificuldades para andar e respirar, com 22 quilos a menos, após ser acometido pela Covid-19 e perder a esposa para a doença.

    "

    O projeto RespirAR me levantou quando tinha perdido a vontade de viver, aqui fui acolhido e cuidado por ótimos profissionais. Há 43 anos que eu não sabia o que era fazer exercício físico, meu primeiro exercício foi no projeto RespirAR para me tratar das sequelas da Covid-19 "

    Luiz Gonzaga, aposentado

     

    O Ceci Aparecida, onde Luiz foi reabilitado, é uma das dez unidades de atendimento do RespirAR, já tendo recebido 133 pessoas que tiveram sequelas da Covid-19.

    Atualmente, o espaço cuida da reabilitação de 41 pacientes com serviços gratuitos de sessões de fisioterapia pulmonar e atividades físicas. Gonzaga faz parte da primeira turma que recebeu alta no Centro, ao lado de Ruth Rocha, Marlúcia Albuquerque e Erivelton de Oliveira.

    Durante a Corrida dos Imunizados, Luiz concluiu a prova de 5km em 39 minutos, um momento de superação.

    “Agradeço de coração a Deus, aos profissionais que me atenderam e ao governador Wilson Lima, pois através do RespirAR pessoas como eu foram resgatadas para uma nova vida. Hoje estou aqui, na minha primeira corrida de rua, mostrando que eu venci a Covid”, relatou.

    O diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira, ressalta que é gratificante acompanhar a evolução de cada paciente, mesmo após alta do tratamento.

    “Graças ao apoio que o governador Wilson Lima dá ao projeto, podemos testemunhar histórias de superação como a do seu Luiz. Essa é a prova de que o RespirAR muda a vida de muitos amazonenses”, comemorou.

    Leia mais:

    Fisioterapia explica como agir na recuperação do pulmão pós Covid 

    Sequelas pós-covid: os efeitos da síndrome em ex-pacientes do AM 

    AM ultrapassa 6 mil reabilitados da Covid-19