>

    Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Dor de cabeça: o corpo avisando que algo não está bem

    É necessário identificar o tipo para o tratamento adequado e buscar ajuda médica de urgência quando há a dor súbita e extremamente intensa

     

    | Foto: Divulgação

    Evoluímos bastante na cura de doenças e tratamentos cada vez mais avançados, mas infelizmente ainda sofremos com as terríveis dores de cabeça. A dor de cabeça ou Cefaleia (termo técnico) é uma condição frequente que funciona como um sistema de advertência do nosso corpo, avisando que algo não está bem. O problema é identificar exatamente a causa desta dor pois existem diversos tipos de cefaleias e de diversas origens, inclusive emocionais.

    Uma noite mal dormida, alimentação, estresse e desequilíbrio hormonais são fatores frequentes para desencadear as dores de cabeça. É necessário identificar o tipo para o tratamento adequado e buscar ajuda médica de urgência quando há a dor súbita e extremamente intensa.

    As enxaquecas, por exemplo, são tipos de cefaleias crônicas, com potencial de interferir na qualidade de vida da pessoa, causam náuseas, vômitos e uma sensibilidade à luz e ao barulho levando o indivíduo a um isolamento social e muitas vezes à evasão de trabalho e escola. Este tipo de cefaleia geralmente é causado por alterações hormonais, desequilíbrio químico do cérebro, alterações na visão e fatores comportamentais e ambientais.

    Já as cefaleias tensionais, que ocorrem esporadicamente, são desencadeadas por estresse, ansiedade, depressão. Neste caso, além da medicação, é recomendável também a mudança no estilo de vida como alimentação saudável, atividades físicas e ingestão de água. Este tipo de dor de cabeça geralmente afeta as mulheres com rotinas de trabalho estressante. Relaxar e realizar uma atividade física é a melhor forma de evitar estes tipos de dores.

    Outro fator que comumente provoca dor de cabeça são problemas como o bruxismo, a pessoa range os dentes involuntariamente e provoca tensão no músculo da face, recomenda-se neste caso buscar ajuda odontológica para realizar o tratamento adequado.

    Uma nova queixa que também tem tomado os consultórios infantis, são as dores de cabeça em crianças causadas pelo excesso de uso de computador e celular. As crianças geralmente se queixam de couro cabeludo sensível, tensão nos olhos e na nuca, a condição pode piorar e agravar outras áreas do corpo como a visão e a coluna. A melhor prevenção é a redução do uso de smartphones, com muita disciplina nós conseguimos.

    Há registros datados nos antigos papiros egípcios, aproximadamente 1550 anos antes de Cristo, de diversas técnicas para amenizar as dores de cabeça, atualmente já foram desenvolvidas algumas medicações que atuam nos momentos de crise, porém todas devem ser utilizados sob indicação médica.

    Portanto, busque sempre ajuda médica especializada e não tome medicação por conta própria, invista em uma boa alimentação e atividades físicas para amenizar as dores. Cuidem-se!


    Leia Mais

    Seja sempre a luz e não o interruptor que apaga

    Na época de Dom Sérgio

    Campanha Amazonpedia