Fonte: OpenWeather

    Irresponsabilidade


    Influenciadora faz festa em casa com convidados e internet não perdoa

    Após massacre de críticas, marcas cancelam contrato e ela desativa conta no instagram com mais de 4 milhões de seguidores

    Depois de publicar imagens da festa, no dia seguinte, Pugliesi, pediu desculpas pela ação
    Depois de publicar imagens da festa, no dia seguinte, Pugliesi, pediu desculpas pela ação | Foto: Reprodução Internet

    Após receber críticas por ter promovido uma festa em casa, durante a pandemia do novo coronavírus,  com o tema  “f**a-se a vida”, a influenciadora Gabriela Pugliesi, diagnosticada com Covid-19 em março, logo após a festa de casamento da irmã, na Bahia, onde várias pessoas, inclusive celebridades foram infectadas, decidiu desativar nesta segunda-feira (27), a conta no Instagram com 4,4 milhões de seguidores.

    A medida drástica aconteceu, horas depois de ela perder o contrato com todos os anunciantes os quais tinha contrato. Em nota, enviada à imprensa pela assessoria de Gabriela, foi informado que a ação é para "poder dar um tempo mesmo".

    Até o momento da conta ser suspensa, ela havia perdido mais de 133 mil seguidores em 24 horas, mesmo após publicar vídeo com pedido de desculpas no domingo (26).

    Festa

    A festa aconteceu na noite de sábado (25), na casa da influenciadora em São Paulo e causou repercussão imediata e negativa nas redes sociais, até mesmo em redes sociais de famosos. Durante a festa regada a bebida, comida e música, ela publicou várias fotos e vídeos do encontrinho que teve a presença de  amigos corajosos. Não se sabe a quantidade exata de pessoas.

    Marcas cancelam contratos

    As grifes e marcas que suspenderam a parceria com Gabriela Pugliesi são muito desejadas pelo público que seguia a influenciadora e muito badaladas no meio. São elas, Hope, Rappi, LBA, Baw Clothing, Mais Pura Evolution, Coffee, Liv Up, Kopenhagen e Fazenda Futuro.