Fonte: OpenWeather

    Agressões


    Luiza Brunet diz que quase não denunciava ex que a agrediu

    A ex-modelo e atriz disse que se sentiu ainda pior quando todo o caso veio a tona; Brunet classifica o episódio como uma `desgraça`

    Em 2019, Lírio foi condenado a prestar serviços comunitários
    Em 2019, Lírio foi condenado a prestar serviços comunitários | Foto: Divulgação

    A ex-modelo e atriz Luiza Brunet participou de uma live com a médica ginecologista Albertina Takiuti. Dentre diversos assuntos, Brunet relembrou da denúncia que fez contra o ex-namorado, Lírio Parisotto, de agressão.

    Ela disse que foi tão julgada após a repercussão do caso que se sentiu ainda pior. Luiza classificou toda a história como uma `desgraça` em sua vida.

    "Fui muito julgada quando eu fiz a minha denúncia e sei exatamente o impacto que isso causa na parte moral e física. Você adquire doenças por conta dessa fragilidade de ser exposta, de você contar uma desgraça que aconteceu na sua vida para a sociedade para mostrar que a violência está em todas as classes. E você sofrer coação, julgamento, tanto da parte de quem te faz mal quanto da sociedade. Você fica com vontade de retroceder", contou Luiza.

    Luiza foi agredida fisicamente em 2016, durante uma viagem a Nova York, nos Estados Unidos, pelo então namorado, o empresário Lírio Parisotto. Além de marcas pelo corpo, a modelo teve quatro costelas quebradas. Em 2019, Lírio foi condenado a prestar serviços comunitários.