Intolerância


Xuxa critica religiosos que usam nome de Deus para praticar homofobia

"Deus fez absolutamente tudo, cientificamente provado ou não. O que ele não fez foi o preconceito e a discriminação", escreveu ela

| Foto: Divulgação

Xuxa começou a coluna na edição de outubro da Vogue Brasil dizendo que usaria o espaço para desabafar novamente. Desta vez, a apresentadora criticou os religiosos que usam o nome de Deus para praticar intolerância, sem citar nomes. “As coisas estão cada vez mais insuportáveis. Algumas pessoas acham que somos burras”, escreveu ela.

Religiosos condenaram Xuxa por ter escrito um livro sobre uma menina que tem duas mães. A apresentadora, que teve a ideia para a obra literária a partir da história de vida da afilhada Maya, respondeu às críticas homofóbicas na coluna.

“Deus fez absolutamente tudo, cientificamente provado ou não. O que ele não fez foi o preconceito e a discriminação. Isso sim é coisa do cara lá de baixo. Não aceitar o próximo que é gay ou não, trans ou não, macho ou não, fêmea ou não, é ir contra o mais lindo mandamento: somos todos filhos Dele. Preconceito é crime e usar o nome Dele para isso acredito ser um crime mais pesado ainda”, escreveu.

*Com informações do site Metrópoles

Leia mais:

Monique Evans rompe com namorada e diz 'não querer mais saber'

Luísa Sonza e Whindersson Nunes juntos novamente?

Raylla Araújo faz campanha para gravar EP e videoclipe