Briga


Xuxa processa Sikêra Jr e pede demissão do apresentador da Rede TV!

Apresentadora foi chamada de pedófila e acusada de fazer apologia às drogas

A briga entre os dois iniciou quando Sikêra zombou de um vídeo, em que um homem estuprava uma égua
A briga entre os dois iniciou quando Sikêra zombou de um vídeo, em que um homem estuprava uma égua | Foto: Reprodução

A apresentadora Xuxa Meneghel processou Sikêra Jr, após o mesmo chamá-la de pedófila e acusá-la de fazer apologia às drogas durante a exibição do seu programa Alerta Nacional. Além da cassação do registro de jornalista, Xuxa pede que o apresentador seja demitido da Rede Tv!. 

A briga entre os dois iniciou quando Sikêra zombou de um vídeo, em que um homem estuprava uma égua. Além disso, o apresentador ainda colocou dois membros de seu programa para simularem a cena ao vivo e para todo o Brasil.

Ao ter conhecimento do caso, Xuxa se revoltou com a situação e manifestou sua indignação nas redes sociais. Sikêra devolveu o ataque e disse que Xuxa era pedófila por ter atuado nua ao lado de uma criança em Amor Estranho Amor (1982), e a acusou de fazer apologia às drogas, por uma vez ela ter dito em entrevista que sua mãe, dona Alda Meneghel (1937-2018), fazia uso de maconha medicinal para amenizar sintomas de uma doença degenerativa. 

O apresentador afirmou ainda que Xuxa incentiva as crianças a "safadeza, putaria e suruba" por ter lançado recentemente o livro Maya, o Bebê Arco-Íris, que conta a história de uma garotinha que tem duas mães. 

Diante das acusações, a apresentadora levou o caso à Justiça e alega que "o conteúdo exibido e prolatado pelo requerido é calunioso e está causando danos à imagem da autora [Xuxa], com repercussão negativa nas redes sociais, inclusive prejudicando seus negócios, que são relacionados à sua imagem, atingindo sua honra e dignidade", diz parte da ação.

Xuxa ainda afirma que os comentários do apresentador "não se tratam de liberdade de expressão, mas de abuso de direito". "O fato de ele ser um jornalista popular dá repercussão à ofensa e gera na sociedade um clima de permissividade com relação a ataques misóginos, no sentido de favorecer a normalização disso", completa.

*Com informações de Notícias da TV

Leia mais

Hassum fala sobre caso Melhem ‘Sempre estarei do lado da vítima’

Esposa expõe traição de sertanejo com sua melhor amiga

Andressa Urach rompe com igreja: "levaram tudo que eu tinha"