Fonte: OpenWeather

    Caso Isadora


    Filha de Belo diz para PC que não sabia que trabalhava para criminosos

    Isadora afirmou que estava endividada e por isso aceitou o emprego, mas que não sabia que tratava-se de uma quadrilha

    A filha do cantor foi presa com outras 11 mulheres em um apartamento em Jacarepaguá, no RJ
    A filha do cantor foi presa com outras 11 mulheres em um apartamento em Jacarepaguá, no RJ | Foto: Reprodução

    Isadora Alkimin, de 21 anos, filha do canto Belo, disse à Polícia Civil do Rio de Janeiro que foi enganada e que não sabia que estava trabalhando para golpistas. 

    Ela afirmou em depoimento que apenas aceitou o trabalho "para coletar dados das pessoas", pois estava com muitas dívidas.

    A filha do cantor foi presa com outras 11 mulheres em um apartamento em Jacarepaguá, na zona Oeste do Rio, que funcionava como um tipo de central de telemarketing do grupo. 

    Elas trabalhavam para uma quadrilha acusada de furtar, através de fraude, dados bancários das vítimas.

    "Achava que era uma coisa ilegal, porém achava que essas pessoas seriam ressarcidas por alguma instituição financeira e não tinha certeza se elas perderiam determinado valor."

    Leia mais:

    Foto de Maradona vira confusão entre médicos e familiares do craque

    Eliminação de Raissa deixa público irritado: 'manipulação'