Fonte: OpenWeather

    Música


    Safadão pode pagar R$ 4,5 milhões por usar direitos autorais de música

    O valor da indenização corresponde ao número de vezes que a música foi acessada e baixada, multiplicado por R$ 2,90

    Até o momento, o juiz responsável pela causa ordenou que a faixa Vaqueirinha Maltrata fosse excluída de todas as plataformas de streaming
    Até o momento, o juiz responsável pela causa ordenou que a faixa Vaqueirinha Maltrata fosse excluída de todas as plataformas de streaming | Foto: Reprodução

    Acusado de não pagar pela música "Vaqueirinha Maltrata", Wesley Safadão está sendo processado e pode ainda pagar R$ 4,5 milhões ao compositor Jonnas Alves. A ação que pede indenização por perdas, danos materiais e morais, foi acessada e baixada por 1.57 milhão de pessoas.

    Por conta do número de ouvintes, Alves exige receber a quantia de R$ 4,5 milhões por danos materiais. Tal montante em dinheiro corresponde ao número de vezes que a música foi acessada e baixada, multiplicado por R$ 2,90. Os advogados do compositor pedem ainda R$ 200 mil por danos morais.

    “Sempre tive muito carinho por ele, e a nossa amizade era boa até então. Já gravou 8 músicas minhas, mas, em 2018, resolveu gravar 'Vaqueirinha Maltrata' para o 'CD Diferente Não, Estranho' e não fez o acerto comigo”, disse Alves ao colunista Léo Dias.
    “Procurei a empresa dele mais de três vezes e nada. E é claro que, depois disso, procuraria os meus direitos, né? Fiz de tudo para resolver as coisas na paz, mas o Safadão não quis agir assim”, completou o compositor.

    Até o momento, o juiz responsável pela causa ordenou que a faixa Vaqueirinha Maltrata fosse excluída de todas as plataformas de streaming.

    *Com informações de Metrópoles

    Leia mais: 

    Eventos feitos pela filha de Valdomiro deixa rombo em contas da igreja

    Mulher de Ferrugem expõe briga com cantor nas redes sociais

    Manu Gavassi recebe um dos maiores cachês da Netflix: Veja quanto!