Fonte: OpenWeather

    Eita


    Anitta é acusada de assédio moral

    Após bronca em funcionários com vários palavrões em documentário, cantora virou alvo de comentários nas redes sociais

    Documentário de cantora gerou repercussão nas mídias sociais
    Documentário de cantora gerou repercussão nas mídias sociais | Foto: Reprodução Internet

    O documentário Made In Honório, uma produção Netflix que conta os bastidores da carreira de Anitta, acabou virando uma febre nas redes sociais.

    O trabalho de Anitta como produtora e como estrategista foi muito exaltado, mas uma chuva de críticas começou a aparecer nas redes sociais. Isso porque um trecho do documentário mostra a empresária sendo rude e ofensiva com colegas de trabalho.  

    Muitos internautas acusaram a cantora de assédio moral, crime tipificado na Lei 4742/ de 2001. Mas no que consiste essa violação da lei. A legislação protege trabalhadores de sofrerem violência psicológica – seja ela através de xingamentos ou de manipulação – de seus superiores no âmbito trabalhista. 

    Segue transcrição do vídeo de Anitta:

     “Eu que enfio uma tora no meu c* e tenho que fazer tudo sozinha. Agora eu quero falar para vocês que eu vou enfiar no de vocês. Porque toda vez vocês falam que eu sou grossa, que eu sou escrota, então eu sou mesmo, eu sou a put* que o pariu e o cara*** de asa porque vocês não deixam eu fazer as coisas sozinha, tem que ser do jeito de vocês […] Não tem roupa, não tem roupa, porque vocês não se organizam e porque eu falo o que é para fazer e vocês não fazem”, diz a cantora em um áudio enviado pelo celular. 

    *Com informações da hypness

    Leia Mais:

    AM e MT acumulam 50% de indígenas mortos pela Covid-19

    Amazonastur impulsiona segmento turístico com obras e convênios

    Empreendedoras do Amazonas ganham 'Crédito Solidário' de R$ 100 mil