Fonte: OpenWeather

    BBB 21


    Em conversa com Pocah, karol Concá diz que Nego Di a cortava

    No Quarto do Líder do BBB21, Karol Conká e Pocah conversavam sobre a permanência de Sarah, após votação do paredão, além da a eliminação de Nego Di, na noite de terça-feira (16).

     

    Karol afirma: “Ele sempre me cortou. Eu e a Lumena”.
    Karol afirma: “Ele sempre me cortou. Eu e a Lumena”. | Foto: Divulgação/Rede Globo

    No Quarto do Líder do BBB21, Karol Conká e Pocah  conversavam sobre a permanência de Sarah, após votação do paredão, além da a eliminação de Nego Di, na noite de terça-feira (16).

    A carioca critica a consultora de marketing digital, e a curitibana, por sua vez, pondera: “O Brasil está vendo tudo isso e concorda, porque manteve ela aqui. Talvez o jeito dela não seja tão grave quanto o do Di”.

    Karol Conká segue e fala sobre Nego Di; “A Juliette comentou ali ‘como vocês não viam? Ele não deixa a gente falar’. Ele faz da verdade dele única, é o jeito dele. Ele demorava para me compreender”.

     

    | Foto: Reprodução

    Ao ouvir, Pocah dá uma opinião: “Ele nunca me cortou”. Em contrapartida, a Karol afirma: “Ele sempre me cortou. Eu e a Lumena”.

    Reação de Nego Di: 

    Lá fora, Nego Di passou a ter a real visão do jogo. "Achava que a galera estava enxergando como enxergamos lá dentro. Infelizmente, a gente só vê onde a gente está, e a galera enxerga tudo. Eu tinha uma opinião formada sobre a Sarah e esperava que ela fosse sair. Achei que Fiuk podia ser só uma participação nesse Paredão."

    O humorista também comentou  amizade com Projota: "Ele é um cara que joga muito parecido comigo, mas ele tem a vantagem de ser 'o' Projota.  Teve coisa que veio dele e achavam que fui eu. Eu respeito porque penso parecido, mas via que ele conseguia ser menos visceral que eu."

    Rejeição recorde

    Aqui fora, Nego Di é dono do recorde de rejeição da história do reality, mas lá dentro alguns brothers sofreram com sua eliminação, como Viih Tube, que chegou a chamá-lo de pai.

    Leia mais:

    www.emtempo.com.br/ultimas