Fonte: OpenWeather

    Comunidade


    Polícia fará segurança ostensiva nas escolas da rede estadual do AM

    Resultado de parceria entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Secretaria de Educação e Desporto, o projeto “Escola Segura, Aluno Cidadão” tem foco na redução da violência no ambiente escolar

    | Foto:

    Manaus - O governador Wilson Lima anunciou, durante o último dia da terceira edição do “Muda Manaus”, neste sábado (07), a implantação do projeto “Escola Segura, Aluno Cidadão” na Escola Estadual Ernesto Pinho Filho, no Monte das Oliveiras, zona norte da capital. Na ocasião, ele também assinou o decreto que formaliza o projeto e prevê a sua ampliação para mais escolas da rede pública estadual. A iniciativa já beneficiou 15 unidades de ensino na capital e uma no interior.

    Resultado de uma parceria entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Secretaria de Educação e Desporto, o projeto “Escola Segura, Aluno Cidadão” tem foco na redução da violência no ambiente escolar, contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem.

    “A gente traz a polícia para dentro da escola, mas não é polícia para fazer segurança ostensiva, é polícia para ir para dentro da sala de aula conversar com os alunos. Naturalmente para que a gente chegue nesse ponto do projeto, nós fazemos um trabalho de consulta junto aos pais e professores para saber do interesse que eles têm de instalar o projeto”, frisou o governador.

    “A polícia vem para cá e ela fica responsável pela parte da disciplina. Então, a partir de hoje, a disciplina dessa escola será uma disciplina militar. A parte pedagógica continua sendo de responsabilidade da Secretaria de Educação”, completou Wilson Lima.

    Ele destacou, ainda, que o projeto vem apresentando bons resultados nas unidades em que já foi implantado. “Onde nós instalamos esse projeto, o nível de violência, o índice de violência e de criminalidade diminuiu consideravelmente, sobretudo, nas questões relacionadas ao tráfico de drogas”, disse o governador.

    Parceria

    Segundo o major Henriques, o projeto é desenvolvido em parceria com a gestão da escola e com os pais dos alunos. “Nós trabalhamos durante um bimestre diariamente na escola. Nós fazemos um treinamento intensivo com cada um dos alunos, com os professores, com os pais, participando da reunião de pais e mestres, acompanhando a entrada e saída dos alunos, fazendo visita, fazendo palestras, realmente procurando somar com a educação”, acrescentou.

    *Com informações da assessoria