Fonte: OpenWeather

    Câncer


    ONG busca doações para resgatar autoestima de pacientes com câncer

    A meta é a confecção de sutiãs com enchimento para mulheres mastectomizadas (que perderam parcialmente ou completamente as mamas)

    Paciente com câncer resgatando a autoestima
    Paciente com câncer resgatando a autoestima | Foto: Divulgação

    Manaus - Para ampliar as ações voltadas ao resgate da autoestima de mulheres com câncer de mama, a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas está em busca de doações que financiem a confecção de sutiãs com enchimento. Os quais serão destinados, no dia 6 de julho, a pacientes pré-selecionadas pelo Serviço Social da Fundação Cecon, durante uma atividade que receberá o apoio da Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc) com a meta de arrecadar pelo menos R$ 2 mil para a compra de insumos para a produção.

    De acordo com a presidente da Rede, Tammy Cavalcante, as doações podem ser feitas através da vakinha virtual da ONG https://www.vakinha.com.br/vaquinha/dia-das-criancas-rede-feminina-de-combate-ao-cancer-amazonas, ou, via transferência bancária (Banco Sicoob, Código 756, Agência 3352, Conta Corrente 138-4, Cnpj: 07.154.473/0001-92)

    “Serão entregues 20 sutiãs com próteses e mais 20 próteses individuais. A idéia é confeccionar, inicialmente, pelo menos 80 peças, a serem doadas gradativamente, durante as atividades de acolhimento das pacientes oncológicas”, explicou Tammy. As próteses que irão compor os sutiãs para mulheres mastectomizadas (que perderam parcialmente ou completamente as mamas), serão confeccionadas por voluntárias da Rede Feminina e o tecido para o bojo foi doado pela Tapajós Tecido, parceira no projeto.  Os demais materiais precisam ser custeados, como silica gel, malha para a capa protetora, enchimentos e afins.

    | Foto: divulgação

    A doença

    O câncer de mama é o segundo em incidência no Amazonas e o primeiro no mundo. Tammy explica que o procedimento de mastectomia é, em geral, muito traumático às pacientes e acaba afetando a auto-estima e muitas vezes, o equilíbrio psicológico, além do convívio social.

    Apesar de uma parte delas optar pela cirurgia de reconstrução da mama, a grande maioria acaba não se submetendo a esse procedimento. E as próteses artesanais são o ponta-pé inicial para superar esse obstáculo.

    “Trabalhamos também outras ações voltadas ao resgate da vaidade, com voluntárias de cursos de estética, que ajudam com cortes de cabelo, escovação, manicure, maquiagem, depilação, entre outros serviços. Temos um espaço dedicado exclusivamente a essas ações, na sede da Lacc (Dom Pedro), que funciona através de agendamento. É uma forma de mostrarmos que essas pacientes não estão sozinhas e também de reforçar a humanização durante o tratamento contra o câncer, que é longo e muito difícil”, explicou.


    Leia mais

    A vasta contribuição das mulheres na história da arte

    Fé e o apoio da família ajudam a enfrentar o câncer

    Atleta paralímpico recomenda atividade física na luta contra o câncer