Fonte: OpenWeather

    Potencia


    Caminhão da Scania conquista segunda posição entre os mais vendidos

    Além dos números que refletem a boa recuperação no mercado de caminhões em geral, um destaque é a surpreendente arrancada do recém-lançado R 450

     

    Apesar de ser novato e estar em uma disputa com modelos consagrados da concorrência
    Apesar de ser novato e estar em uma disputa com modelos consagrados da concorrência | Foto: Divulgação

    No fechamento das vendas de caminhões no Brasil no mês de julho feito pela Fenabrave, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, alguns números chamam particularmente a atenção.

    Um deles é o total de caminhões vendidos em julho, 9.001, que superou em 15,34% as 7.804 vendas de junho. Outro é o total de emplacamentos no acumulado de janeiro a julho – 55.867 unidades –, superando em 43,24% as vendas nos sete primeiros meses do ano passado.

    Além dos números que refletem a boa recuperação no mercado de caminhões em geral, um destaque é a surpreendente arrancada do recém-lançado R 450. O pesado da Nova Geração Scania começou a ser vendido em outubro do ano passado e as primeiras unidades foram entregues apenas em fevereiro deste ano.

    Apesar de ser novato e estar em uma disputa com modelos consagrados da concorrência, o caminhão da Scania já conseguiu conquistar a segunda posição entre os mais vendidos do Brasil. Superado apenas pelo também pesado Volvo FH 540, com 3.761 unidades de janeiro a julho de 2019, o R 450 emplacou 2.703 nos sete primeiros meses do ano.

    Desse modo, se posicionou na frente do médio Volkswagen Delivery 11.180, que totalizou 2.559 unidades, e do pesado Mercedes-Benz Actros 2651, com 2.461 unidades no mesmo período. As promessas da Nova Geração Scania, especialmente a que fala em economia de até 12% em relação à geração anterior, aparentemente andam seduzindo muitos frotistas.