Fonte: OpenWeather

    Ataque


    Menino perde uma das pernas ao ser atacado por crocodilo em hotel

    O menino e brincava com outros garotos em um campo de golfe do hotel quando foi atacado

     

    | Foto: Divulgação

    Um garoto de 12 anos perdeu uma das pernas após ser atacado por um crocodilo enquanto brincava em um hotel de Cancún, no México.

    O menino norte-americano, estava hospedado com a família no local, na noite do dia 18 de junho, ele e outros garotos brincavam num campo de golfe do hotel quando foi atacado.

    Segundo emissoras locais, na região há avisos da presença de répteis. Contudo, segundo funcionários do hotel, o garoto pulou a cerca para se esconder, mas minutos depois foi atacado por um crocodilo, que arrancou sua perna.

    O garoto tentou fugir do ataque, porém o animal o arrastou até o manguezal. A vítima foi levada a um centro de emergência, onde passou por uma cirurgia, contudo, sua perna teve de ser amputada.

    Veja o vídeo 

    Capa do Vídeo
    | Autor:
     

    Mulher luta com crocodilo para salvar irmã gêmea

    Melissa Laurie, de 28 anos, escapou do ataque de um crocodilo em um lago no México, após ser salva por sua irmã gêmea Georgia, que golpeou com socos a cabeça do réptil, segundo o Daily Mail.

    As jovens estavam na Lagoa Manialtepec, conhecida por sua água iluminada por organismos vivos, chamada de bioluminescência, quando aconteceu o ataque.

    Sem hesitar, Georgia procurou a irmã em meio à escuridão e conseguiu livra-la das mandíbulas do crocodilo. Ela arrastou Melissa, que estava inconsciente, para fora da água, de volta para o barco de turismo. 

     

    | Foto: Divulgação

    "Melissa está viva, mas não sabemos se seus ferimentos são fatais ou não. Ela tem água nos pulmões e está tossindo sangue. Portanto, não sabemos se ela tem um pulmão perfurado ou não. Ela foi colocada em coma induzido", disse Sue Laurie, mãe das vítimas.  

    "Georgia teve que lutar contra isso. Ela continuou socando na cabeça. Ela sofreu lacerações, feridas de mordida também", afirmou o pai Sean Laurie. Ele ainda enfatizou que as irmãs se asseguraram ser permitido nadar na lagoa, algo que o guia de turismo permitiu.

    Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do México alegou que estão "apoiando a família de duas mulheres britânicas que estão hospitalizadas no México e estão em contato com as autoridades locais"

    Leia mais:

    Mulher luta com crocodilo para salvar irmã gêmea; veja

    Conheça "Osama", o crocodilo que matou 83 pessoas até ser capturado

    Crocodilo devora brutalmente cachorro às margens de rio; veja vídeo