Fonte: OpenWeather

    Briga animal


    Gambás filhotes se unem e lutam contra cobra píton; confira vídeo

    Eles se juntaram em equipe para colocar para correr a cobra que estava camuflada em um gramado

     

    Os filhotes foram corajosos e enfrentaram a cobra da espécie píton
    Os filhotes foram corajosos e enfrentaram a cobra da espécie píton | Foto: Divulgação

    O instinto de sobrevivência de um grupo de filhotes de Gambás (espécie Cangambá ) falou mais alto do que o medo, após eles se depararem com uma cobra píton. Eles se juntaram em equipe para colocar para correr a terrível réptil, que estava camuflada em um gramado, no Estado do Alabama (EUA).

      Os mamíferos não temeram e foram para cima da cobra. Dois dos animais mais valentes do grupo decidiram ficar na linha de frente para enfrentar a cobra e a píton tentou dar vários botes nos pequenos gambás, mas não teve sucesso e foi obrigada a se retirar do caminho.

    Veja vídeo: 

    Os cangambás

    Os cangambás são uma espécie comum no continente americano e possuem uma pelagem preta com listras brancas. Ele é bem conhecido por expelir o forte mau cheiro que usam como uma forma de defesa. 

      Este líquido que sai como um jato fino, como o de um pulverizador, é de uma substância que é considerada uma das mais fedorentas do mundo: sulfidrato de etila ou mercaptan. Se um indivíduo respirasse essa substância pura, desmaiaria com sintomas de envenenamento: vômitos, baixa temperatura, pulso fraco. Esse líquido ao cair nos olhos produz uma dor intensa e causa cegueira momentânea.  

    Quando se sente ameaçado, o cangambá, primeiramente, enfrenta o adversário batendo com os pés no chão. Se isto não é suficiente para desencorajá-lo, volta-se, curva um pouco o dono e apresenta a parte posterior do corpo, levantando sua cauda.

    A presença do cangambá é denunciada pelo odor, pelo ruído que faz batendo no solo de sua toca quando está assustado por alguma coisa suspeita. Em cativeiro, o cangambá amansa facilmente, mas permanece sempre insociável.

    Quando bem alimentado, o cangambá dorme o dia inteiro, desperta ao cair da tarde e mantém-se desperto e ativo durante toda a noite, e não sente fome.

    Leia mais: 

    Píton mata gambá nas alturas; veja vídeo surreal

    Homem vai ao banheiro, sente mordida e descobre cobra dentro do vaso

    Homem flagra garra assustadora atravessando teto de banheiro; confira