Fonte: OpenWeather

    Bote


    Mulher tem mão dilacerada por cobra gigante; confira

    A mulher compartilhou no Instagram as imagens da cobra e como ficou a mão dela, após o bote

     

    Em seu perfil no instagram (@pythonhunter_amy), a Amy mostrou o tamanho do animal.
    Em seu perfil no instagram (@pythonhunter_amy), a Amy mostrou o tamanho do animal. | Foto: Divulgação

    Uma caçadora profissional de pítons, em Everglades, na Flórida, passou por maus bocados, após enfrentar uma píton de quatro metros.

    Amy Siewe acabou levando um bote da serpente e perdendo muito sangue. Ela compartilhou no Instagram as imagens da cobra e como ficou sua mão, após o bote.

    “Realmente não doeu. Só sangrou loucamente por causa dos dentes afiados”, desabafou nas redes sociais.

    Escapou

    De acordo com ela, o ferimento não foi profundo porque a cobra não fechou a boca em volta da sua mão, apenas apertou e recuou.

    “Você pode ver que eles têm uma boca cheia de dentes afiados. Eles são curvados para trás, então quando uma cobra morde sua presa, a presa não consegue escapar”, explica.

     

    Segundo Amy, o ferimento foi superficial. O que você acha?
    Segundo Amy, o ferimento foi superficial. O que você acha? | Foto: Divulgação

    Licença para caçar

    Em Everglades, na Flórida, estes animais são considerados uma espécie invasora e que tem prejudicado o ecossistema. Os caçadores são licenciados e pagos para capturar e sacrificar pítons.

    Invasão? Como assim?

    Segundo informações do portal Roaring Earth, estas serpentes são nativas do sudeste asiático, mas chegaram na Flórida por conta do comércio de animais de estimação.

    Quando os proprietários decidiam desistir de criar as cobras, deixaram os animais nas áreas verdes em Everglades e eles passaram a se reproduzir. 

    * Com informações do Metro

    Leia mais: 

    Vídeo: Gorilas fazem sexo oral na frente de visitantes de zoológico

    Cobra agressiva é encontrada dentro de fogão em casa; veja

    Serpente é flagrada com boca cheia de gambá; veja