Fonte: OpenWeather

    OLD_spte


    Todo cuidado e preparo é pouco para o clube Nacional

    No treino desta segunda-feira (28), apenas o atacante Garanha não participou – foto: Alberto César

    Após a contratação de dez novos jogadores, o clima nos treinos do Nacional é de total dedicação dos jogadores. “O ambiente é bom, o grupo está entrosado e trabalhando forte”, afirma Vilson Tadei, o novo treinador do Naça.

    E para quem ainda não conhece Tadei, como jogador ele já passou por times como Coritiba, Grêmio, Sport, Vasco da Gama e Figueirense.

    Como técnico, foi o responsável pela conquista da 2ª divisão pelo Atlético Monte Azul (SP) do Campeonato Paulista, conquista do Acesso ao Campeonato Paulista Série A1 (Paulistão) com o Guaratinguetá Futebol Clube, vice-campeão da Copa Federação Paulista com o Atlético Linense (SP), e vice-campeão do Campeonato Paulista série A2 pelo Guarani Futebol Clube.

    Mesmo com todo esse currículo de vitórias, Tadei é cauteloso em afirmar algo sobre o placar do jogo de abertura do futebol amazonense “Clássico é sempre clássico e, portanto, é preciso tomar certos cuidados. Por isso estamos nos preparando. Jogo de estreia é sempre o mais difícil”.

    Na opinião de Leonardo, artilheiro do ano passado com 14 gols, “clássico não tem favorito, vence quem errar menos e tiver mais competência em fazer gols, esperamos estar num dia abençoado e poder fazer os gols que possam levar o Nacional a vitória” afirmou o craque.

    Do treino desta segunda-feira (28), apenas o atacante Garanha não participou, por conta de uma contratura na panturrilha direita. Ele deve voltar aos treinos na sexta-feira.

    Segundo Tadei, o time ainda planeja um jogo amistoso antes da estreia no Campeonato Amazonense.