Fonte: OpenWeather

    OLD_spte


    Com Márquez desclassificado, Lorenzo vence na Austrália

    Em pódio sem Márquez, Lorenzo comemora resultado que o deixa vivo na disputa pelo título – foto: divulgação


    Em uma prova que ficou marcada pelos problemas com os pneus, Jorge Lorenzo levou a melhor, confirmou o domínio dos treinos e venceu o GP da Austrália, na madrugada deste domingo (20). Devido aos grandes desgastes dos compostos por causa da pista de Phillip Island, diversas alterações foram feitas para a prova, como a diminuição no número de voltas, que passou de 26 para 19. Outra mudança foi a inclusão de um pit-stop obrigatório para todos os pilotos, que influenciou diretamente no resultado final.
    Depois de se atrapalhar e ignorar a parada entre as voltas nove e dez, Marc Márquez, atual líder do Mundial, foi desclassificado e deixou o caminho aberto para o piloto da Yamaha vencer. Largando na pole, Lorenzo se viu ameaçado durante grande parte da prova, mas, após ver a bandeira preta dada ao adversário, se manteve mais tranquilo à frente para garantir o sexto triunfo do ano.

    Nas voltas finais, Lorenzo abriu ainda mais a diferença para os outros competidores e terminou o percurso de 19 voltas em 29min07s155, 6s926 mais rápido do que Dani Pedrosa, que terminou na segunda colocação.

    Com o resultado, Lorenzo diminuiu a diferença para o líder e voltou a ter grandes chances de conquistar o tricampeonato da MotoGP. Com a pontuação de vencedor da prova, ele chegou a 280 pontos, 18 a menos do que Márquez.

    Em uma batalha pela terceira colocação, Valentino Rossi superou os adversários e garantiu o posto, 12s344 mais lento do que o vencedor. 0s116 depois, chegou o britânico Cal Crutchlow, que fechou em quarto, seguido por Álvaro Bautista.
    Bem atrás dos cinco primeiro colocados, Bradley Smith foi o sexto, com 29min35s418. Quem garantiu a sétima colocação foi o norte-americano Nicky Hayden, seguido pelo italiano Andrea Iannone. Andrea Dovizioso e Randy de Puniet fecharam o top 10 após terminarem na nona e na décima posição, respectivamente.

    O Mundial de Motovelocidade volta já na próxima semana, com o Grande Prêmio do Japão, que será a penúltima prova da temporada. No dia 10 de novembro, o GP de Valencia encerrará o ano.

    Confira o resultado final do GP da Austrália:
    1) Jorge LORENZO - (ESP/Yamaha) - 29.07.155
    2) Dani PEDROSA – (ESP/Honda) - +6.936
    3) Valentino ROSSI – (ITA/Yamaha) - +12.344
    4) Cal CRUTCHLOW – (ING/Tech3 Yamaha) - +12.460
    5) Álvaro BAUTISTA – (ESP/Gresini Honda) - +12.513
    6) Bradley SMITH – (ING/Tech3 Yamaha) - +28.263
    7) Nicky HAYDEN – (EUA/Ducati) - +32.953
    8) Andrea IANNONE – (ITA/Pramac Ducati) - +35.062
    9) Andrea DOVIZIOSO – (ITA/Ducati) - +35.104
    10) Randy DE PUNIET – (FRA/Aspar) - +37.426
    11) Aleix ESPARGARÓ – (ESP/Aspar) - +46.099
    12) Colin EDWARDS – (EUA/Forward) - +48.149
    13) Yonny HERNÁNDEZ – (COL/Pramac Ducati) - +49.911
    14) Héctor BARBERÁ – (ESP/Avintia) - +49.998
    15) Danilo PETRUCCI – (ITA/Ioda) - +58.718
    16) Luca SCASSA – (ITA/AB) - +58.791
    17) Claudio CORTI – (ITA/Forward) - +1:08.105
    18) Michael LAVERTY – (ING/Paul Bird) - +1:27.230
    19) Lukas PESEK – (TCH/Ioda) - +1:31.093
    20) Hiroshi AOYAMA – (JAP/Avintia) - +1 volta
    21) Damian CUDLIN – (AUS/Paul Bird) - +2 voltas
    Bryan STARING – (AUS/Gresini Honda) – Desclassificado
    Marc MÁRQUEZ – (ESP/Honda) – Desclassificado