>

    Fonte: OpenWeather

    Contexto


    Governo do AM declara ponto facultativo na segunda-feira (6)

    A data antecede o feriado nacional de 7 de Setembro, na terça-feira

    Escrito por Em Tempo* no dia 03 de setembro de 2021 - 20:36

     

    O decreto leva ainda em consideração a necessidade de contenção de gastos com o funcionamento da máquina administrativa nos dias que intercalam fim de semana e feriados.
    O decreto leva ainda em consideração a necessidade de contenção de gastos com o funcionamento da máquina administrativa nos dias que intercalam fim de semana e feriados. | Foto: Reprodução


    O Governo do Amazonas declarou ponto facultativo nas repartições públicas, autarquias e fundações do Estado na segunda-feira (06), ressalvados todos os procedimentos já agendados pelo Sistema Estadual de Saúde. 

    A data antecede o feriado nacional de 7 de Setembro, na terça-feira.

    O decreto leva ainda em consideração a necessidade de contenção de gastos com o funcionamento da máquina administrativa nos dias que intercalam fim de semana e feriados.

    Detran fechado  

     O Detran-AM informa que não funcionará para atendimento ao público na segunda-feira (06), retornando na quarta (09). 

    O trabalho de fiscalização, no entanto, irá continuar durante todo o período, incluindo a programada para a saída das rodovias estaduais (AM-010 e AM-070), neste sábado (04), e de retorno do feriado, na terça-feira (07).

    Defesa da civilização

    Em pleno apogeu tecnológico do século XXI, a humanidade é obrigada a conviver com regimes arcaicos e selvagens que impõem às mulheres a ditadura da escravidão em todos os sentidos. O regime da Idade da Pedra está em voga no Afeganistão sob o jugo do reacionário e ultra violento Taleban.

    À frente de um país com 39 milhões de habitantes e mergulhado em extrema pobreza, o radicalismo islâmico, evidentemente, não possui condições para investir em guerras sofisticadas contra ninguém, mas não se pode menosprezar sua capacidade de se comportar como um Estado terrorista. Sua teocracia totalitária, de inspiração fundamentalista, é capaz disso e, de repente, pode repetir as crueldades de Bin Laden de 20 anos atrás.

    De modo geral, sabe-se que o islamismo não é ruim, mas infelizmente sua vertente fundamentalista pode arrastar o Oriente Médio para conflitos perigosos à segurança da paz mundial. Essa possibilidade é real se considerarmos o fato de que o Estado Islâmico, depois de arrasado na Síria, mudou-se para o Afeganistão, onde disputa com o Taleban a vanguarda do movimento que objetiva a criação de um pretenso “império universal” de viés islâmico.

    Claro está que o Ocidente deve se preparar para enfrentar esse indigesto quadro para tentar salvar o que ainda resta dos nobres valores humanos no planeta Terra. A democracia precisa sobreviver hoje da mesma forma como sobreviveu às atrocidades protagonizadas por Hitler entre 1939 e 1945. E que o Ocidente tenha em conta, desde já, que a defesa da civilização jamais poderá ser feita somente com flores utópicas.

    David Assayag, Guto Lima e Miqueias William na marcha pela liberdade em Manaus no dia 7 de Setembro

    Segundo informações do Coronel Alfredo Menezes (Patriota) à coluna, toda a programação para a manifestação bolsonarista do dia 7 setembro, em Manaus, será fechada neste final de semana. Os renomados artistas David Assayag, Guto Lima e Miqueias William deverão participar do evento. 

    A marcha sairá às 16h, da Praça do Congresso, em direção ao Largo São Sebastião. Ele disse que está conversando com algumas atrações nacionais e locais, com muitas personalidades querendo participar e contribuir de alguma forma com o ato público. 

    “O evento do Centro será participativo e com algumas boas surpresas para quem for prestigiar, pois o mais importante é demonstrar apoio ao presidente Bolsonaro, do Jorge Teixeira ou Educandos”, afirmou o Coronel.

    Segurança melhor 

    Com as 32 novas viaturas recebidas ontem do governador Wilson Lima, as polícias Militar e Civil vão dispor de mais tecnologia de ponta para o fortalecimento de suas ações contra o crime organizado e o tráfico de drogas no Estado.

    Os equipamentos eletrônicos para a área científica e investigativa da Polícia Civil foram doados pela empresa israelense Cellebrite e pela The Exodus Road, organização não governamental especializada no combate ao tráfico de pessoas, pedofilia e exploração sexual. 

    David vai punir 

    Em evento ontem no bairro Lago Azul, Zona Norte, o prefeito David Almeida informou que enviará  mensagem à Câmara Municipal de Manaus para criar  uma lei que puna com multa quem abrir buracos em vias que foram recapeadas pela Administração Municipal.

    O objetivo é evitar que serviços prejudiciais à infraestrutura das vias sejam realizados após manutenções.

    Tensão em Canutama

    Informações à coluna apontam grande tensão na região da comunidade de Belo Monte, em Canutama, Vale do Rio Purus, palco de desmatamento, queimadas e invasões de terras devido a abertura de um ramal ligando a comunidade à BR-319.

    Há poucos dias, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) denunciou os crimes ambientais ao Ministério Público Federal (MPF), mas até agora nenhuma providência foi tomada.

    Quadro de caos

    Segundo o Observatório BR-319, o quadro é de caos em virtude da fragilidade do aparato de fiscalização na região, o que favorece a destruição da floresta e a agressão aos direitos dos povos indígenas.

    A CPT manifestou ao MPF a sua preocupação com a onda de invasões na Floresta Estadual (FES) de Tapauá e na Floresta Nacional (Flona) de Balata-Tufari, onde habitam os povos Katawixi, em isolamento voluntário, e os Juma, em extinção.

    Vianna vai a Wilson 

    Após quixotesca ação em 2020 exigindo o impeachment do governador Wilson Lima na Assembleia Legislativa, o médico Mário Vianna agora corre atrás do governador pedindo ajuda para um evento promovido pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam).

    Ele tenta obter verba publicitária junto ao secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur.

    Quebra de patentes

    Publicada ontem no Diário Oficial da União a Lei 14.200, de 2021, que determina a quebra temporária de patentes de vacinas e medicamentos para enfrentamento de emergências em saúde, como a atual pandemia da Covid-19.

    Pela norma, poderá ser concedida a licença compulsória para a exploração da patente ou do pedido de patente, sem prejuízo dos direitos do titular, desde que ele ou seu licenciado “não atendam a necessidade” do país. O titular terá direito a 1,5% sobre o preço líquido de venda do produto até que seu valor venha a ser efetivamente estabelecido.

    Amazonas campeão

    Em 2020, o Amazonas alcançou o primeiro lugar na região Norte na captação de órgãos ofertados à Central Nacional de Transplante (CNT). 

    Apesar da pandemia da Covid-19, a SES-AM realizou 19 cirurgias de retirada de órgãos, fígado e rins doados, para transplante, um aumento de 58% em relação ao ano anterior. 

    A campanha Setembro Verde incentiva a doação de órgãos e tecidos e sensibiliza sobre a importância do ato.

    No país do folclore

    O Teatro da Instalação reabre suas portas ao público na rua Frei José dos Inocentes, Centro.

    A reabertura acontecerá no próximo sábado (04/09), com o espetáculo “Musical Folclórico da Cultura Popular: Alice no País do Folclore”, às 19h. 

    A exemplo do Teatro Amazonas, o espaço funcionará com 75% da capacidade e exigência da carteira de vacinação contra a covid-19. O agendamento para as vagas pode ser feito pelo Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br).

    Grito dos Excluídos

    Parodiando os grupos bolsonaristas, o movimento católico marcará o “Grito dos Excluídos”, em 5 de setembro, com uma bicicleata”, que sairá da Avenida Constantino Nery ao lado do Terminal 1 e irá até a Catedral Metropolitana de Manaus, no Centro Histórico.

    A programação dos católicos também envolve uma Missa Amazônica, no Porto de São Raimundo, às 17h, enfatizando o tema “Na luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda já”.

    Código Eleitoral

    Sem consenso, líderes partidos amarraram um acordo e transferiram para a próxima semana a votação do projeto do Código Eleitoral.

    Um dos temas mais polêmicos é a proibição de pesquisas de intenção de voto na véspera e no dia das eleições.

    Leia mais:

    Pela terceira vez, votação do Marco Temporal é adiada pelo STF

    Ministro da Saúde rebate boatos e afirma que continua no cargo

    Implurb autoriza manifestação do 7 de setembro na Ponta Negra

    Campanha Amazonpedia