>

    Fonte: OpenWeather

    Context


    Escolas estaduais do AM retornam às aulas 100% presenciais

    A Seduc continuará exigindo o uso obrigatório de máscaras no ambiente escolar para estudantes e trabalhadores da educação, e os protocolos de segurança serão mantidos.

    Escrito por EM TEMPO no dia 07 de setembro de 2021 - 20:42

     

    Agora, as aulas retomam o cronograma de antes da pandemia, de segunda a sexta-feira, sem a divisão em grupos A e B.
    Agora, as aulas retomam o cronograma de antes da pandemia, de segunda a sexta-feira, sem a divisão em grupos A e B. | Foto: Reprodução


    As escolas estaduais de 61 municípios do Amazonas retornam às atividades 100% presenciais nesta quarta-feira (08).  Agora, as aulas retomam o cronograma de antes da pandemia, de segunda a sexta-feira, sem a divisão em grupos A e B.

    Do mesmo modo como acontece na capital, a Seduc continuará exigindo o uso obrigatório de máscaras no ambiente escolar para estudantes e trabalhadores da educação, e os protocolos de segurança serão mantidos.

    “Sem Fumaça”

    Em comemoração ao Dia da Amazônia, no último dia 5, o prefeito David Almeida destacou as ações da Administração Municipal em favor da campanha de educação ambiental e da conscientização da sociedade no combate às queimadas.

    David participou ativamente, no domingo passado, da campanha "Blitz Manaus Sem Fumaça: diga não ao fogo!", no complexo turístico Ponta Negra, enfatizando os esforços do seu governo na doação de mudas frutíferas e ornamentais com o objetivo de incentivar o processo de arborização da capital.

    CNM quer reverter no Senado prejuízo de bilhões dos municípios na reforma do Imposto de Renda 

    Decepcionado com a reforma do Imposto de Renda aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, promete forte mobilização para tentar reverter perdas da ordem de R$ 9,3 bilhões aos municípios brasileiros com a reforma.

    Segundo Ziulkoski, uma das perdas é a manutenção da possibilidade de contribuintes que ganham mais de R$ 40 mil anuais recorrerem ao desconto simplificado na declaração do IRPF. A segunda foi a redução da alíquota sobre lucros e dividendos, de 20% para 15%.  

    Outro que se queixa da reforma é o ministro da Economia, Paulo Guedes, que reclama do impacto fiscal de R$ 47 bilhões para os cofres públicos em 2022.

    CPI politiqueira 

    Um deputado situacionista disse à coluna não acreditar na imparcialidade das investigações da chamada CPI da Amazonas Energia, recentemente instalada na Assembleia Legislativa (Aleam).

    Na opinião do parlamentar, a CPI, pela manifestação de um de seus membros na sessão legislativa da última quinta-feira, “dá a entender que será mais um palanque eleitoreiro de críticas ao Governo do Estado do que um instrumento de investigações sérias sobre a crise energética do Estado”.

    Gastança  

    O parlamentar governista, que não quis se identificar, alerta para a gastança que poderá ser promovida pela nova CPI. 

    Ele lembra que a CPI da Telefonia, de 2014, custou em torno de R$ 350 mil aos cofres estaduais e afirmou que a CPI da Amazonas Energia, que prevê diligências no interior, poderá gastar muito mais.

    Volta ao passado 

    Em abril de 2014, a CPI da Telefonia da Aleam finalizou seus trabalhos e encaminhou relatório à Mesa Diretora da Casa Legislativa em que destacava   a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a realização de um grande mutirão no Amazonas. 

    O mutirão, que nunca aconteceu, resolveria problemas de cobrança indevida comprovados, com as operadoras sendo obrigadas, após o acolhimento das reclamações ou do pagamento da fatura, a retirar, no prazo de cinco dias, os nomes dos consumidores dos bancos de dados de proteção ao crédito.

    No entanto, nada disso ocorreu.

    OMS parabeniza 

    O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, rasgou elogios ao Ministério da Saúde pelo sucesso do programa de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. 

    Durante encontro em Roma, o diretor da OMS também felicitou o Brasil pela perspectiva de transição de país importador de vacinas a país exportador de imunizantes em três plataformas tecnológicas. 

    Cidadão Manauara

    Mais de 50% dos novos beneficiários do residencial Cidadão Manauara 2, etapa B, bairro Santa Etelvina, zona Norte, já completaram suas mudanças para o novo lar.

    Desde o início do cronograma, mais de 280 famílias passaram a residir no conjunto que integra o programa habitacional da Prefeitura de Manaus dentro do programa federal "Casa Verde e Amarela", do Ministério do Desenvolvimento Regional.

    Flutuantes do Tarumã

    Sob a coordenação do Ipaam, representantes de vários órgãos alinhavam o Plano Hidrográfico, que pretende organizar as atividades dos flutuantes da Orla do Tarumã e impedir que eles continuem a poluir e emporcalhar a área.

    O Tarumã-Açu irá receber nos dias 9, 10 e 11 deste mês equipes de pesquisadores da UEA e técnicos do Ipaam, que farão o monitoramento da qualidade da água através do Programa de Qualidade de Águas, Ar e Solos. 

    Diógenes de olho

    Enquanto isso, corre o prazo de 30 dias dado pelo  juiz da Vara Especializada em Meio Ambiente, Diógenes Vidal Pessoa Neto,  para que os flutuantes localizados nos rios Negro e Tarumã-Açu sejam retirados da água.

    A Procuradoria Geral do Estado (PGE) vai propor à Vara a regulamentação da concessão do Espelho D'água, hoje um dos critérios para a ocupação da área aquática.

    Garimpos ilegais

    Números do MapBiomas Mineração apontam a absurda explosão de garimpos ilegais em unidades de conservação e em terras indígenas.

    Em dez anos, as práticas ilegais aumentaram em 301% nas unidades em 495% nas áreas indígenas dentro do território amazônico.

    A mineração ocorre em 72% na Amazônia, o que agrava o desmatamento na região.

    Remoção de conteúdo

    O presidente Jair Bolsonaro editou, na segunda-feira (6), nova Medida Provisória destinada a limitar a remoção de conteúdo nas redes sociais. 

    A MP objetiva maior clareza quanto a "políticas, procedimentos, medidas e instrumentos" utilizados pelos provedores de redes sociais para cancelamento ou suspensão de conteúdos e contas, de acordo com o governo.

     Passaporte exigido

    Com os recentes casos da nova variante da Covid-19 no Amazonas, o vice-presidente da Aleam, deputado Carlinhos Bessa (PV), sugere a obrigatoriedade da exigência do passaporte de vacinação nos pontos turísticos e comerciais do Estado. 

    Segundo ele, a medida incentivará a vacinação e garantirá medidas de segurança nos espaços compartilhados.

    Leia mais:

    "Marcha das mulheres" reunirá mais de 4 mil indígenas em Brasília

    Arcebispo de Manaus convida para Grito dos Excluídos e Excluídas dia 7

    Bolsonaro faz ameaça golpista ao Supremo em discurso para apoiadores

    Campanha Amazonpedia