>

    Fonte: OpenWeather

    Editorial


    EDITORIAL: Gestão ambiental

    O Governo do Amazonas sediou a 103ª reunião Ordinária da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema),evento que traça medidas integradas de relevância para a causa ambiental no país

    Escrito por Em Tempo* no dia 28 de setembro de 2021 - 20:43

     

    | Foto: Divulgação


    Amazonas - Na segunda-feira (27), gestores de Estado do Meio Ambiente de todo Brasil participaram da 103ª reunião Ordinária da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema). O evento é mensal e ocorreu de forma presencial e virtual, buscando alinhavar medidas integradas de especial relevância para a causa ambiental no país.

     O Governo do Amazonas sediou o evento, ajudando a implementar demandas que serão levadas para a 26ª Conferência das Partes sobre Mudança Climática da Organização das Nações Unidas (ONU) – ou COP 26.

      Nesse sentido, foi importante a visita técnica, no sábado (25), de gestores ambientais de 14 estados brasileiros à Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro – Unidade de Conservação referência na atividade de turismo de base comunitária no Amazonas. A reserva é tida como modelo de gestão ambiental, sob a responsabilidade do secretário do Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira.  

    Conforme manifestações de vários secretários, o compartilhamento de informações sobre a RDS foi fundamental para a assimilação de medidas que serão necessárias para o aprimoramento da gestão ambiental em outras regiões, onde os desafios são gigantescos. 

    Gestores ambientais dos estados de Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins consideraram mais que positivo o encontro ocorrido em Manaus, que tratou de extensa pauta, incluindo a Resolução 491/2018, sobre padrões de qualidade do ar e o Plano de Controle de Emissões Atmosféricas (PCEA). O meio ambiente agradece.

    Leia mais:

    Brasil vai insistir em mudanças no Mercosul, segundo Paulo Guedes

    Câmara deve adiar análise da reforma administrativa

    Rodrigo Guedes cobra pagamento de indenização de ex-servidores da CMM

    Campanha Amazonpedia