>

    Fonte: OpenWeather

    Editorial


    EDITORIAL: Abuso sexual e ensino ruim

    Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta o absurdo quadro de abusos sexuais praticados contra adolescentes no país

    Escrito por Em Tempo* no dia 30 de setembro de 2021 - 21:02

     

    | Foto: Reprodução


    Brasil - Recente Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, realizada sob a responsabilidade do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta o absurdo quadro de abusos sexuais praticados contra adolescentes no país.

      Além disso, a pesquisa também apontou dois terços de 11 milhões de jovens, entre 13 e 17 anos, às voltas com problemas de embriaguez alcoólica. Mostrou o levantamento que 9% das meninas entrevistadas haviam sido forçadas a manter relações sexuais, em determinadas situações com próprios membros da família.  

    A pesquisa, igualmente, aponta que 13% dos jovens ouvidos já haviam consumido entorpecentes e denunciaram as escolas públicas como pontos de influência para tais desvios. As escolas pertencentes à rede particular também foram citadas pelos entrevistados, mas em menor proporção que as unidades públicas de ensino.

    De acordo com especialistas, os números da pesquisa são alarmantes porque evidenciam a absoluta falta de perspectivas dos jovens, que manifestaram sentir-se abandonados à própria sorte, sem ensino de qualidade, as escolas à mercê do tráfico de drogas e a total desesperança em relação ao mercado de trabalho.

    Tristemente, a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar bate com levantamento feito pelo Centro de Estudos Sociais da Fundação Getúlio Vargas, que, não obstante, retrata o quadro de frustração dos jovens brasileiros. O pior, dessa pesquisa, é a constatação de que, com a pandemia do coronavírus, as famílias tiveram que se fechar mais dentro de casa, elevando os casos de violência doméstica em que as mulheres são as maiores vítimas.

    Leia mais:

    Aleam foi decisiva para gás do AM seguir para Roraima, diz Adjuto

    Texto base da Lei de Improbidade Administrativa é aprovado no Senado

    Após veto derrubado, Bolsonaro promulga lei das federações partidárias

    Campanha Amazonpedia