>

    Fonte: OpenWeather

    editorial


    EDITORIAL: Pandemia está perto do fim ?

    Entendem os especialistas que a não letalidade da Ômicron é um sinal de que o coronavírus se enfraquece e que a pandemia, portanto, está perto de ser extinta

    Escrito por Em Tempo* no dia 12 de janeiro de 2022 - 17:48

     

    | Foto: Divulgação

    Apesar da ameaça de colapso do sistema nacional de saúde devido a atual avalanche de novos casos de Covid-19, diversos especialistas estão avaliando como positivo o fato de a variante Ômicron ser altamente contagiosa, mas bem menos letal que a Delta, que provocou muitos óbitos.

    Entendem os especialistas que a não letalidade da Ômicron é um sinal de que o coronavírus se enfraquece e que a pandemia, portanto, está perto de ser extinta. É assim que pensa, por exemplo, Mike Tildesley, professor de modelos de doenças infeciosas da Universidade de Warwick, no Reino Unido, e membro do grupo britânico de Estudo Científico da Pandemia de Inluenza,  

    Segundo ele, a Ômicron mostra que a Covid-19 vai se tornar endêmica e virar uma doença normal no mundo, deixando para trás o cenário do início de 2020 quando o vírus quebrou o sistema hospitalar em escala planetária.

    Estudos de Mike apontam para o surgimento de uma nova variante bem menos forte que a Ômicron, que será o sinal definitivo de que a pandemia será encerrada. “A variante Ômicron é um raio de luz”, afirmou o cientista britânico a um órgão de imprensa.

    Mas, a tese de Mike não é unanimidade entre os especialistas. O professor português Rogério Gaspar, diretor do Departamento de Regulação e Pré-Qualificação da Organização Mundial de Saúde, é um dos que preferem cautela em relação ao debate sobre a transformação da pandemia em endemia.

    Para Rogério, o mundo está à beira de uma nova crise hospitalar e a massificação da vacinação, com o engajamento da população, é o que vai determinar o futuro da luta contra o coronavírus. Ele diz que a crise é iminente sobretudo pela escassez de profissionais de saúde que, contaminados, sumirão dos hospitais.

    Leia mais: 

    CONTEXTO: Twitter exclui postagens de Malafaia, MS se posiciona e mais

    EDITORIAL: A vacina é tudo 

    CONTEXTO: Wilson Lima retoma a entrega, Facebook intimado e mais

    Campanha Amazonpedia