>

    Fonte: OpenWeather

    contexto


    CONTEXTO: Alerta geral, Imunização de Crianças e mais

    Confira a coluna Contexto desta quarta-feira (12)

    Escrito por Em Tempo* no dia 12 de janeiro de 2022 - 17:49

     

    | Foto: Divulgação

    Alerta geral

    Apesar do otimismo de alguns especialistas, o epidemiologista Pedro Hallal alerta para que estados e municípios intensifiquem suas campanhas de vacinação para combater a Ômicron e impedir que surtos da doença provoquem nova crise no sistema hospitalar. 

    Do contrário, aponta ele, os registros de novos casos aumentarão e a falta de leitos será patente, levando o sistema ao colapso.

    Menos profissionais 

    Na mesma linha de Pedro Hallal, o intensivista e cardiologista Ludhmila Hajjar disse a O Globo que o colapso dos hospitais acontecerá se o ritmo do contágio da Ômicron continuar desenfreado.

    Médicos e enfermeiros, atingidos pela nova variante, terão que se ausentar dos seus locais de trabalho, deixando os hospitais e postos de saúde sem os profissionais adequados para o atendimento diário à população.

    Ômicron pode ser a transformação da Covid-19 em doença endêmica 

    Na opinião de vários especialistas, a variante Ômicron pode ser o início da transformação da Covid-19 em uma doença endêmica no nível de outros tipos de gripes causadas pelas viroses respiratórias não letais que circulam no país de forma sazonal.

    A respeitada pneumologista da Fiocruz, Margareth Dalcomo,  e o neurocirurgião Fernando Gomes, observam, entretanto, que, para que a mudança ocorra, a população deve colaborar e cumprir os esquemas vacinais aconselhados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para evitar novos surtos.

    “Pode ser uma estratégia interessante para manter os níveis de anticorpos satisfatórios para combater o novo coronavírus. Fazer uma primeira e segunda dose em um intervalo de tempo, e de tempos em tempos deixar programado um reforço, para que a população esteja preparada, com mais anticorpos para combater o coronavírus”, diz Margareth, afirmando que, se a população ajudar, a pandemia da Covid-19 poderá ser erradicada a médio prazo.

    Serviços prejudicados

    O aumento de casos de Covid-19 com a maior circulação da variante Ômicron já afeta os serviços bancários presenciais em cidades do interior de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná.

    No Amazonas, por enquanto, não há ameaça de paralisação, mas já há bancários querendo trabalhar em regime home office  em Manaus. 

    Testagem mais célere

    Preocupado com a crescente onda da variante Ômicron, o deputado estadual Belarmino Lins (Progressistas) encaminhou proposta ao Governo do Estado visando a instalação de postos públicos para testagem rápida gratuita sobre a Covid-19 em locais estratégicos da cidade de Manaus.

    “Entendemos que, assim, dentro de horários estabelecidos, a população poderá realizar o teste antígeno a qualquer tempo, promovendo maior inclusão da população carente na testagem rápida por meio da gratuidade, com emissão de resultado presencial, ou por e-mail ou SMS, em até 3 horas”, destaca o deputado.

    Imunização de crianças

    A vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 em Manaus estará concentrada em apenas quatro locais de grande fluxo e com condições para o cumprimento das recomendações de segurança da Anvisa. 

    A orientação é da Prefeitura de Manaus via Semsa, que enfatiza o atendimento concentrado e por escala de prioridades e idade.

    600 empregos

    Em visita ao Shopping Manaus Via Norte, na Zona Norte de Manaus, o dono da rede de lojas de departamentos Havan, Luciano Hang, anunciou a inauguração, em abril, de uma nova unidade das lojas no shopping.

    O empresário confirmou a geração de 600 empregos e considerou a possibilidade de construir mais cinco unidades na capital do Estado.

    Contrabando aumenta

    Fontes da coluna em Parintins garantem que de nada adiantou a saída de Ricardo Salles do Ministério do Meio Ambiente, pois o contrabando de madeira na região do baixo Amazonas, foco de briga entre Salles e o ex- superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, só se agravou nos últimos meses.

    O esquema de facilitação e contrabando de madeiras nobres extraídas ilegalmente na região prossegue ocorrendo normalmente, sobretudo na área de Uaicurapá.

    Estudantes elogiam

    Conquista inédita após anos de lutas e reivindicações, a gratuidade da passagem de ônibus concedida, a partir deste ano, para 470 mil estudantes da rede pública do Ensino Fundamental e Médio em Manaus foi destacada pelo presidente da União Estadual dos Estudantes do Amazonas (UEE), Raiane Alencar.

    “A gente sempre lutou não só para que tivesse a meia-passagem, mas queria que tivesse o passe livre, para que o estudante possa, de fato, conseguir estudar, ter tranquilidade nesse sentido”, comenta Raiane, ressaltando o convênio entre o governador Wilson Lima  e o prefeito de Manaus, David Almeida, no valor de R$ 156 milhões, que assegurou o Passe Livre.

    Matrículas para 2022

    A Seduc iniciou ontem o período de transferências de alunos de todas as modalidades de ensino da rede estadual. 

    A programação segue o Calendário de Matrículas de 2022 e pode ser realizada pelo site matriculas.am.gov.br ou presencialmente, em qualquer escola da rede pública estadual ou municipal.

    Superlotação 

    Moradores dos Conjuntos Residenciais Villa da Barra, Nova Galileia e Nova Cidade, situados na Zona Norte, pedem maior fiscalização do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) para evitar a superlotação dos ônibus que atendem esses conjuntos.

    Em mensagens à coluna, os moradores afirmam que tanto os ônibus tradicionais quanto os micro-ônibus, que cobram a tarifa de R$ 4,20, não oferecem o mínimo de conforto e segurança.

    Aglomerações 

    Conforme os denunciantes, esses ônibus trafegam diariamente entupidos de passageiros, e a superlotação deles, assim como as aglomerações nos terminais, estão contribuindo para a elevação dos casos da variante Ômicron na cidade de Manaus.

    “Por isso, pedimos ao IMMU mais fiscalização para que os ônibus não trafeguem na cidade com lotações fora do normal”, disse um morador do Villa da Barra.

    Moro descartado

    O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa disse a O Globo desconfiar da pré-candidatura do ex-juiz Sérgio Moro à Presidência da República.

    Após conversar com Moro, Barbosa ressaltou não ter gostado da aproximação do ex-juiz com procuradores da Lava Jato e os militares. E descartou qualquer possibilidade de aceitar ser vice do pré-candidato do Podemos.

    Leia mais: 

    CONTEXTO: Twitter exclui postagens de Malafaia, MS se posiciona e mais 

    EDITORIAL: A vacina é tudo 

    CONTEXTO: Wilson Lima retoma a entrega, Facebook intimado e mais

    Campanha Amazonpedia