Prisões


Dupla é presa por assassinar amigo durante bebedeira no Amazonas

Antes do crime, vítima e acusados estavam consumindo bebidas alcoólicas e drogas

O caso foi apresentado na 62ª DIP
O caso foi apresentado na 62ª DIP | Foto: Divulgação/ PC

Canutama - Francisco Sampaio da Silva Neto, 19, e Ronaldo Silva Nascimento, 20, conhecido como ‘Neguinho’, foram presos na manhã desta quarta-feira (2), por volta das 11h, em cumprimento a dois mandados de prisão preventiva pelo homicídio de Pedro de Souza Sobral, que tinha 28 anos. O crime ocorreu na segunda-feira (31), na rua Manoel Urbano, em Canutama (distante 619 quilômetros em linha reta da capital). A prisão foi resultado de uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar. 

Conforme a escrivã de polícia Heline Rezende, gestora da 62ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), no dia do crime, o corpo da vítima foi localizado por volta das 7h30, por uma guarnição da Polícia Militar (PM), após populares informarem às equipes que o corpo de um homem estava no local, com sinais de ferimentos na cabeça. Sendo assim, os policiais se deslocaram até o endereço e constataram que o indivíduo estava sem os sinais vitais.

“Iniciamos as investigações e identificamos ‘Neguinho’ e Ronaldo, que estavam consumindo bebidas alcoólicas e entorpecentes com a vítima ao longo da madrugada em que ocorreu o delito. Durante as diligências, localizamos os suspeitos, que confessaram a autoria do homicídio. Solicitei à Justiça pelo mandado de prisão preventiva em nome da dupla, e a ordem judicial foi expedida pela juíza Naya Moreira Yamamuha, da Comarca de Canutama”, explicou a gestora.

Procedimentos

Encaminhados para a 62ª DIP, Francisco e Ronaldo foram indiciados por homicídio. Ao término dos trâmites cabíveis, eles irão permanecer custodiados na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.


*Com informações da assessoria

Leia Mais

Jovens são presos por matar amigo durante bebedeira no interior do AM

Homem mata o primo com facada no peito durante bebedeira em Manacapuru

Mulher esfaqueada em ramal no Tarumã conheceu criminoso pela internet