Fonte: OpenWeather

    Menor com fuzil


    Adolescente é preso com arma de guerra no bairro da Paz, em Manaus

    A Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) chegou até o local onde esta o menor por meio de denúncia anônima, ele estava de posse de um fuzil

    Junto com a arma haviam munições
    Junto com a arma haviam munições | Foto: Divulgação

    Manaus – Um adolescente de 16 anos foi apreendido na madrugada deste domingo (20) com um fuzil, considerada uma arma de guerra, na travessa Henoch Reis, no Bairro da Paz, zona Centro-Oeste de Manaus. 

    Os policiais da Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) chegaram até o adolescente por meio de denúncia anônima. A informação era de que no local havia venda de drogas e homens fortemente armados. 

    De acordo com o major Wener, ao perceber a chegada da polícia no local, o adolescente tentou fugir por uma área de riprap com o fuzil. Ele foi apreendido e encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI). 

    Junto com o armamento havia dois carregadores e 20 munições. O menor não tinha passagem pela polícia.  

    Fortemente armados

    Com as apreensões diárias da polícia no Amazonas é possível notar o poder de fogo dos infratores. Fortemente armados, conduzem a "guerra do tráfico" na capital e no interior. Os fuzis são armas mortais e privativas de policiais e militares treinados. 

    No dia 7 deste mês, um vídeo circulou nas redes sociais com um jovem segurando um fuzil e ameaçando várias pessoas em Manaus, mais especificamente, moradores do bairro Coroado, na zona Leste da cidade, e no bairro Centro. O suposto traficante afirma ser do "Terceiro Comando Puro", uma facção criminosa que surgiu no Rio de Janeiro.

    ‘‘Vamos terceirar o Coroado, vamos terceirar Manaus’’, intimidou o jovem. No vídeo, é possível ouvir o que parecem ser rádios comunicadores.

    Em julho deste ano, foram encontrados com quatro homens uma pistola, um fuzil e um artefato explosivo. O encontro do material de guerra foi durante uma ação policial da Rocam, que visou prender quatro homens acusados de serem homicidas e integrantes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC). Ao chegarem no local, os agentes de segurança foram recebidos por tiros.

    Leia mais:

    Polícia prende grupo criminoso liderado por traficante em Manaus

    Segurança do Amazonas é reforçada com fuzis e munições