Fonte: OpenWeather

    Crime


    Duas mulheres são presas com ouro ilegal em Coari

    Base Arpão ainda encontrou R$6,8 mil com as suspeitas

    Base Arpão ainda encontro R$6,8 mil com as suspeitas
    Base Arpão ainda encontro R$6,8 mil com as suspeitas | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Manaus- Duas mulheres foram presas com 87 gramas de ouro ilegal que foi aprendido pela Base Fluvial Arpão em uma embarcação no rio Solimões, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), na madrugada desta terça-feira (22). Avaliado em cerca de R$ 7 mil, o material com as infratoras vinha de Japurá, município a mais de 744 quilômetros da capital que é alvo de denúncias de garimpo ilegal.

    O transporte de ouro de forma irregular é um crime ambiental, assim como a extração e garimpagem ilegal de minério e usurpação de matéria-prima da União. As prisões e apreensões do material ilícito ocorreram dentro da embarcação Puma. As mulheres tinham 25 e 23 anos. Além do ouro localizado com elas, os policiais encontraram 12 gramas jogadas em uma lixeira.

    Durante a abordagem, os agentes interceptaram uma das passageiras com 53 gramas do mineral. Com a outra passageira abordada, foram pegos 22 gramas do mesmo material ilícito. Ainda durante a vistoria na embarcação, os policiais encontraram 12 gramas de ouro em um recipiente tubular, jogado na lixeira.

    Com as duas mulheres, os policiais apreenderam ainda a quantia de R$ 6,8 mil em espécie. As suspeitas foram levadas à Delegacia de Polícia Civil da Base Arpão, onde foram autuadas em flagrante pelo crime de transporte ilegal de matéria-prima pertencente à União.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Idosa de 66 anos é presa com drogas nas partes íntimas, no Amazonas

    Segurança no Amazonas é reforçada com mais de 100 fuzis e munições

    Sete quilos de drogas são apreendidos e um homem é preso em embarcação