Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Briga por venda de manga quase acaba em morte em Manacapuru

    Os dois homens decidiram vender as mangas para comprar drogas, mas um deles achou que o outro tinha escondido parte do dinheiro

    Após a briga, o suspeito da tentativa de homicídio tentou fugir, mas foi cercado pelos populares até a chegada da polícia | Foto: Divulgação

    Policiais do Batalhão da Polícia Militar de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus) prenderam, em flagrante, um homem, 23 anos, suspeito de tentativa de homicídio de Felipe Batista Castro, 22 anos, ocorrida na manhã do último sábado (26), na rua Olavo Bilac, bairro São Francisco. A vítima já tinha passagens policiais por crimes como roubo e tráfico de drogas. 

    Segundo depoimentos coletados pelas equipes de investigação da Polícia Civil, a vítima e o suspeito eram amigos e estavam consumindo bebidas alcoólicas e entorpecentes no dia do fato, quando o produto ilícito acabou. Eles decidiram sair pela vizinhança, coletando mangas, para vender e comprar mais drogas. Após concluírem a venda da fruta, que teria rendido uma quantia de R$ 30, o suspeito acusou Felipe de não ter entregue os valores de forma igualitária, o que originou a confusão. 

    Após a briga, o suspeito da tentativa de homicídio tentou fugir, mas foi cercado pelos populares até a chegada da polícia. Ele foi preso em flagrante. 

    De acordo com a Polícia Civil, Felipe Batista Castro possui passagens policiais pelos crimes de furto simples, dois processos por furto qualificado, um por roubo e um por tráfico de drogas. O suspeito da tentativa de homicídio ainda não tinha passagens policiais. 

    Conforme o titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, delegado Rodrigo Torres, o suspeito foi ouvido e autuado em flagrante pelo crime. Será feito à Justiça o pedido de prisão provisória pelo crime.

    *Com informações da assessoria