Estupro


Pedreiro é preso no Jorge Teixeira acusado de estuprar enteada

Menina contou para a mãe sobre o fato, mas ela não acreditou e ainda agrediu a filha

A vítima disse para a reportagem que o pedreiro e a mãe dela são casados há 15 anos e que os abusos sexuais já estavam ocorrendo há algum tempo | Foto: Divulgação

Manaus - Um pedreiro de 44 anos foi preso na noite desta sexta-feira (2), suspeito de estuprar a própria enteada, uma adolescente de 17 anos. A prisão ocorreu nas dependências do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

De acordo com a equipe da 30° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o crime ocorreu pela manhã, na casa onde a família mora no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte. A menina contou para a mãe sobre o fato, mas ela não acreditou e ainda agrediu a filha.

"A adolescente foi até a casa da tia no bairro Jorge Teixeira onde contou sobre o crime e pediu socorro. Segundo ela, a mãe não acreditava no caso. A tia foi até a delegacia e levou a menina para formalizar a denúncia. O suspeito e a mãe descobriram que a menina estava na delegacia e foram até o local, onde ele recebeu voz de prisão", explicou uma fonte policial.

A vítima disse para a reportagem que o pedreiro e a mãe dela são casados há 15 anos e que os abusos sexuais já estavam ocorrendo há algum tempo. De acordo com a família, o homem não tem passagens criminais.

O caso foi apresentado na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), onde foram adotados os procedimentos cabíveis.

Leia Mais

Bolsonaro sanciona lei do cadastro nacional de condenados por estupro