Assalto


Em vídeo, suspeito de assaltar ônibus diz que não 'roubou nada'

Delegado da PC e também candidato a vice-prefeito, publicou um vídeo nas redes sociais, junto com o pedreiro envolvido no suposto assalto. Homem foi abordado pelo Capitão Alberto Neto

No vídeo, o ‘suposto assaltante’ fala que é pedreiro e que foi acusado de furto sem provas | Foto: Reprodução

Manaus - O delegado de Polícia Civil, Costa e Silva, que também é candidato a vice-prefeito pelo Patriota, junto com o Coronel Menezes, publicou um vídeo nas redes sociais na tarde desta terça-feira (7), ao lado de um homem que seria o mesmo identificado como 'assaltante' da linha 651 pela assessoria de comunicação do candidato a prefeito, Capitão Alberto Neto (Republicanos).

No vídeo, o ‘suposto assaltante’ fala que é pedreiro e que foi acusado de furto sem provas por outro passageiro do ônibus. Ele conta que foi retirado do coletivo e envolvido na abordagem realizada por Alberto Neto (Republicanos).

“Entrou um rapaz no ônibus e disse que eu tinha pegado o celular dele, sendo que não tinha acontecido isso comigo. Nós fomos para a delegacia e chegando lá, revistaram a minha bolsa de ferramentas. Eu sou pedreiro e estava a caminho do serviço [...]. O que encontraram foi meu material e meu celular”, revela.

De acordo com o delegado Costa e Silva, ele foi em dois distritos policiais na região onde o caso ocorreu e que não há nenhum Boletim de Ocorrência sobre a abordagem de Alberto Neto.

 Entenda o caso

O candidato à Prefeitura de Manaus, ex-policial militar e deputado federal, Capitão Alberto Neto (Republicanos), prendeu na manhã desta quarta-feira (7), um suspeito de roubar passageiros do ônibus da linha 651, que faz a ligação entre a Zona Sul e Leste da capital amazonense. 

Segundo a equipe do candidato, Alberto Neto realizava um evento de campanha com apoiadores nas ruas do bairro do Coroado, Zona Leste, quando fez a abordagem do suspeito dentro do veículo de transporte coletivo. "Acabamos de participar de uma ocorrência policial, onde infratores levaram celulares das vítimas que estavam no ônibus, aqui na frente do Coroado, onde nós estávamos fazendo nossa panfletagem", informou o candidato.

Veja o vídeo!