Execução


Detento é morto na AM-010 e deixado com pichação de facção nas nádegas

A vítima foi sequestrada por criminosos e horas depois encontrada morta no ramal. Criminosos deixaram a sigla de facção pichada nas calças do morto

A vítima já tinha passagem por tráfico de drogas
A vítima já tinha passagem por tráfico de drogas | Foto: Divulgação

Manaus - O corpo do detento do regime semiaberto Richard Pereira Gonçalves, de 41 anos, foi encontrado na tarde desta sexta-feira (16), por volta do meio-dia no Ramal Água Branca, situado no quilômetro 35 da rodovia estadual AM-010. Ele foi morto com quatro disparos na cabeça. Os assassinos deixaram a sigla de uma facção criminosa pichada nas nádegas dele.

De acordo com informações repassadas pela esposa dele à polícia, os dois estavam no veículo deles durante a manhã quando criminosos em uma caminhonete preta interceptaram o veículo, empurraram a mulher e sequestraram Richard. 

Horas depois, familiares receberam uma foto do homem de bruços morto no local do encontro de cadáver. A polícia foi acionada para ir até o lugar. 

A vítima já respondia por tráfico de drogas e era monitorada por tornozeleira eletrônica. As equipes do Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) e Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local da ocorrência. 

O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

Leia Mais

Corpo de homem é encontrado com 14 munições no Rio Solimões

Corpo é encontrado enrolado em lençol dentro de igarapé no Monte Sião

Corpo de idoso é encontrado em lago no interior do Amazonas