Fonte: OpenWeather

    Feminicídio


    Caso Lenita: são presos no AM principais suspeitos pelo assassinato

    As investigações apontam que Lenita havia entregue um integrante de um grupo criminoso para outro

    Cleandro Vasconcelos Viana, o "Barba", de 29 anos, Erick Anderson Muniz Castro, de 30 anos e João Matheus de Souza Sarmento, de 19 anos, foram presos | Foto: Divulgação

    Manaus - As investigações em torno da morte da adolescente Lenita da Silva e Silva, que tinha 14 anos, executada na noite do dia 23 de maio deste ano, no Ramal da Praia Dourada, no  bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus, resultaram nas prisões dos três principais suspeitos do crime. Eles foram identificados como: Cleandro Vasconcelos Viana, o "Barba", de 29 anos, Erick Anderson Muniz Castro, de 30 anos e João Matheus de Souza Sarmento, de 19 anos. 

    De acordo com a delegada Marília Campello, titular do Núcleo de Feminicídios da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), João foi a pessoa que convidou a adolescente para um suposta festa e foi buscar a jovem na casa de familiares na Compensa, na Zona Oeste. Os outros dois indivíduos estavam com ele. 

    "João teve a prisão preventiva temporária cumprida de início e colaborou com as investigações. Ele disse que Cleandro e Erick também haviam participado do crime e que Lenita havia perdido a vida em decorrência do tráfico de drogas. Ela tinha amizades com integrantes de facções criminosas, tanto de um lado e quanto de outro", explicou Campello. 

    "Lenita entregou um integrante de um grupo criminoso"

    Lenita entregou um integrante de um grupo criminoso
    Lenita entregou um integrante de um grupo criminoso | Foto: Divulgação

    A delegada informou ainda que a amizade de Lenita com João Mateus foi utilizada para atrair a vítima e os três conseguiram levá-la ao ramal onde ela foi morta a tiros.

    "As investigações apontam que Lenita havia entregue um integrante de um grupo criminoso para outro. Tanto é que depois foi veiculado um vídeo que é referente ao momento da morte dela, onde ela implora para não ser morta e diz que entregaria uma outra pessoa em troca para não morrer", disse. 

    Amizade de Lenita com João Mateus foi utilizada para atrair a vítima e os três conseguiram levá-la ao ramal onde ela foi morta a tiros
    Amizade de Lenita com João Mateus foi utilizada para atrair a vítima e os três conseguiram levá-la ao ramal onde ela foi morta a tiros | Foto: Suyanne Lima

    O titular da DEHS, delegado Charles Araújo, destacou que as equipes chegaram até Cleandro e João Matheus após informações da população. Erick já tinha sido preso no domingo (25), por policiais militares. O local da prisão não foi divulgado. Já Cleandro e João Matheus foram presos na manhã desta terça-feira (27), em locais distintos do bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus.  As ordens judiciais em nome dos suspeitos foram expedidas nos dias 30 de junho e 18 de setembro deste ano, pela Central de Inquéritos. 

    Cleandro foi preso nesta terça-feira (27)
    Cleandro foi preso nesta terça-feira (27) | Foto: Divulgação

    "Chegamos nos locais indicados, fizemos um cerco e não houve qualquer reação. Logramos com êxito na prisão dos dois. Quero agradecer a população que continua nos ajudando e pedimos para que confiem em nosso trabalho e nos repassem qualquer detalhe. A polícia está nas ruas e trabalhamos para levar sensação de segurança à população", destacou.

    O delegado indicou ainda que Cleandro já tem passagens pela polícia e é investigado pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv). Erick também possui passagem criminal, já João não tinha nenhum histórico.  

    Erick já tinha sido preso no domingo (25)
    Erick já tinha sido preso no domingo (25) | Foto: Divulgação

    O trio irá responder por homicídio qualificado  e deve ficar à disposição da Justiça na Central de Recebimento e Triagem (CRT), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.

    Momento que Cleandro é preso | Autor: Divulgação
     
    Momento em que João sai para realizar exames de corpo de delito | Autor: Divulgação
     

    Veja a nossa transmissão ao vivo sobre o caso Lenita:

    Leia Mais

    Adolescente pode ter caído em emboscada armada por pessoa conhecida

    Garota morta temia ser sequestrada e sofria ameaças, revela família