Latrocínio


Fim do mistério: Suspeito de matar venezuelana se entrega à polícia

A vítima foi morta a facadas no bairro Alvorada. O crime foi um latrocínio, segundo a investigação

O crime é tratado como latrocínio
O crime é tratado como latrocínio | Foto: Divulgação

Manaus - Elder Ribeiro, principal suspeito de matar a venezuelana Franyerlis Pastora Escobar Almão, que tinha 25 anos, se entregou à polícia nesta sexta-feira (6). Ele foi até a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), acompanhado de um advogado, e teve o mandado de prisão cumprido. 

O crime ocorreu na madrugada dó último domingo (1°), por volta das 5h, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus. A vítima foi encontrada pelo marido, que estava no banheiro da casa no momento do ataque, com golpes de faca.

De acordo com a delegada Marília Campello, as investigações sobre o caso apontam que Elder, morador do bairro Alvorada, desferiu dois golpes de faca em Franyerlis, após possível latrocínio. O suspeito estava foragido desde a madrugada do crime. A princípio, o marido da vítima chegou a ser preso como principal suspeito de cometer o crime, mas vídeos de câmeras de segurança da região mostraram o suspeito saindo correndo da residência da venezuelana.

Não há informações sobre as alegações de Elder em depoimento e mais detalhes sobre o caso devem ser repassados posteriormente pela Polícia Civil.

Leia Mais

Frentista é morto durante assalto em posto de gasolina no Cacau Pirêra

Para não ter moto roubada, vigilante reage e acaba baleado em Manaus

Adolescente é espancado ao tentar assaltar mulher no Novo Aleixo